Comércio de diplomas

Gaeco-Norte amanhece nas ruas para mais uma etapa da Mestre Oculto

Ação conta com a Promotoria de Justiça de Rio Bananal, com auxílio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES.

26/11/2019 08h36Atualizado há 3 semanas
Por: Redação

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Norte) e da Promotoria de Justiça de Rio Bananal, com auxílio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, deflagrou hoje (26/11) a chamada Operação “Pontas Soltas”, mais um desdobramento da Operação “Mestre Oculto”. A operação investiga o fornecimento de diplomas de Graduação e certificados de Pós-Graduação e cursos de extensão de forma fraudulenta. 

O MPES chegou aos alvos da operação após acordos de colaboração premiada envolvendo investigados nas fases anteriores da Operação Mestre Oculto.
A operação consiste, inicialmente, no cumprimento de oito mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão distribuídos pelos municípios de São Mateus, São Gabriel da Palha, Fundão, Serra, Vitória, Cariacica e Guaçuí, envolvendo diretores, sócios e funcionários de faculdades e institutos educacionais. 

A ação de hoje, a sexta fase da Mestre Oculto, tem como objeto desarticular um amplo esquema criminoso responsável pelo “comércio” de diplomas e certificados utilizados especialmente na busca pela nomeação em cargos públicos. 

A nova etapa da operação recebeu o nome de “Pontas Soltas”, devido aos novos núcleos de atuação da organização criminosa que foram identificados ao longo das investigações.

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias