Domingo, 24 de Janeiro de 2021
27 99808-4347
Polícia Fala o que quer...

Delegado determina apuração sobre ofensa a PM que contraiu coronavírus no ES

Soldado foi chamado de verme, e prints com xingamento chegou a Delegacia de Linhares.

06/04/2020 15h48
Por: Redação
Delegado determina apuração sobre ofensa a PM que contraiu coronavírus no ES

O delegado Fabrício Lucindo Lima, chefe da 16ª Delegacia Regional de Linhares (DRL), disse na tarde desta segunda-feira (6) que vai tomar todas as providências necessárias, para que uma pessoa que se manifestou em um grupo de aplicativo de Linhares, Norte do Espírito Santo, e chamou de “verme”, o Soldado da Polícia Militar que testou positivo para o novo coronavírus, se retrate publicamente por conta da ofensa.

O delegado disse que recebeu prints que mostra a ofensa, e achou “um absurdo” a atitude contra o policial militar. A notícia veiculada no começo da manhã desta segunda-feira (6) no Site Eu Vi em Linhares, informa que um Soldado da 1ª Companhia do 6º Batalhão da Polícia Militar, testou positivo para o Covid-19, e que outro Soldado, parceiro dele, apresentou os sintomas no mesmo tempo, e seria encaminhado ao Hospital Jayme para a realização do teste (clique aqui e confira a notícia). No compartilhamento da notícia em um grupo de nome “2 Noticias Linhares 24 hs”, um dos membros comentou: “Não gosto deles não tlgdo.. mas que deus abençoe esse verme aí e melhoras”.

Imediatamente vieram as críticas, abaixo da postagem, entre elas, um áudio sugerindo que o membro pedisse perdão à Deus, e à todos do grupo, e em seguida afirmou que “verme é quem gosta de bandido, e bandido”. O delegado, que também recebeu o áudio, disse que tudo seria encaminhado ao setor competente, para que as devidas providências fossem tomadas.

Pessoas do grupo, cuja totalidade foi atingida, também enviaram o ocorrido aos policiais militares da cidade, e a revolta foi geral. O delegado instrui para que todos permaneçam no grupo, pois a investigação cairá apenas sobre a atitude do indivíduo que comentou a ofensa.

8 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias