Pedido de justiça

Mãe de garotinha abusada em casa participa de caminhada em Linhares

Menina foi abusada por um familiar.

05/10/2019 18h59Atualizado há 1 semana
Por: Redação
10.338

A manhã de sábado (5) em Linhares foi marcada por passeata para pedir justiça, e contra o abuso sexual infantil. As informações foram passadas pela mãe de uma menina de 9 anos, que há cinco foi vítima desse tipo de crime. O caso corre em segredo de justiça.

Leu? Prefeitura confirma mais um caso de meningite no HGL

Conforme disse a mãe da vítima, ela uniu-se a um grupo de voluntários para pedir por justiça através da passeata.

O grupo saiu exibindo cartazes e faixas, às 9h, da área frontal do Conselho Tutelar, no Centro, onde retornou após percorrer algumas ruas e avenidas do bairro. O suspeito de ter abusado da filha dela, conforme informou, não está preso.

Determinada, a leitora ampliou: “Minha filha ainda está traumatizada. Ele (o suspeito) já nos fez ameaça, e tenho medo do que possa acontecer, e a reação da minha filha ao vê-lo. Minha filha foi uma sobrevivente, muitas não tiveram a mesma sorte, perderam suas vidas ainda crianças. Queremos dar voz, e pedir aos Órgãos competentes que olhem com carinho por aqueles que sofreram esse tipo de crime. Clamamos por justiça por aqueles que não sabem se defender. Não queremos ser omissos e coniventes, para que outros menores de idade ou até adultos sofram com abuso em nosso Município. Não podemos lembrar-nos de abuso sexual apenas no dia de combate, porque todos os dias esses abusadores estão agindo”, concluiu.

Recentemente foi gerado um Boletim Unificado sobre o caso, onde a mãe pede medida protetiva para que o suspeito não se aproxime da menina. O Site Eu Vi em Linhares teve acesso aos detalhes sobre o crime, mas não vamos expor por se tratar de uma criança de 9 anos. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias