Sábado, 24 de Julho de 2021
27 99808-4347
Polícia Detalhes do crime

Procurados: Quando mataram Mariana, pai e filho estavam em picape prata

O crime aconteceu na ES-358, a Estrada do Guaxe.

17/07/2021 08h36
Por: Redação
Procurados: Quando mataram Mariana, pai e filho estavam em picape prata

As perfurações que aparecem na lataria do carro da foto em destaque, partiram das armas de fogo manuseadas por pai e filho, mais precisamente por Juares Costa Branco, 50 anos; e pelo filho dele, Juares Costa Branco Filho, 20 anos, o Jubileu. Na afirmativa divulgada nesta sexta-feira (16) pela Polícia Civil, através do delegado Fabrício Lucindo Lima, chefe da 16ª Delegacia Regional de Linhares, o crime respalda mandado de prisão em aberto em desfavor de pai e filho.

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram

Continua depois da publicidade

Na quinta-feira (15) a dupla quase foi presa, quando policiais civis cercaram o esconderijo deles, em uma propriedade rural próximo ao Patrimônio da Lagoa e Sobradinho, interior de Sooretama. Contudo, Jubileu e o pai escaparam pela mata, e deixaram para trás R$ 4.338,00 em dinheiro, disfarces usados para o cometimento de crimes, peruca, touca ninja e outros materiais. Investigações apontam que pai e filho costumam trabalhar como cobradores de dívidas de agiotas. Relembre abaixo como foi a morte de Mariana:

O crime aconteceu na madrugada de 21 e novembro do ano passado, e no desespero da perseguição ao Chevrolet Vectra prata, veículo em que estava com um amigo de 24 anos, Mariana Almeida, como se identificava na rede social, pediu socorro via 190.

Continua depois da publicidade

Mas não deu tempo, pois os atiradores que estavam a bordo de uma pick-up de cor prata “encostaram” o carro no Vectra e depois aconteceram os disparos. O Vectra colidiu em uma cerca, o amigo de Mariana conseguiu fugir, e ela morreu no interior do veículo.

Diversas viaturas atuaram nas buscas aos atiradores, inclusive da Força Tática, mas ninguém foi detido na ocasião. O jovem que conseguiu sobreviver e que era o condutor do Vectra, estava cerca de 400 metros do local onde a amiga dele morreu.

Conforme ele informou, ambos foram ao Guaxe, na casa de primos de Mariana, mas que ao chegarem não encontraram ninguém e decidiram voltar para a sede de Linhares quando foram cercados na saída do Distrito do Guaxe por homens armados que efetuaram vários disparos na parte da frente do Vectra, iniciando ali a perseguição, com outros disparos na parte traseira do automóvel.

Continua depois da publicidade

Na ocasião ele foi levado para o Hospital Geral de Linhares. O relatório policial informou ainda que a perícia encontrou no bolso de Mariana um pino de cocaína, no interior do veículo um aparelho de celular, sendo tudo entregue à Polícia Civil.

Denúncias sobre o paradeiro de Juares Costa Branco, 50 anos; e do filho dele, Juares Costa Branco Filho, 20 anos, o Jubileu, podem ser feitas no 181, e a pessoa não precisa se identificar. As que chegam a nossa Redação são encaminhadas ao setor competente.

Continua depois da publicidade
12 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias