Quinta, 03 de Dezembro de 2020
27 99808-4347
Polícia Pedido desesperado

Guaxe: Mariana pedia socorro via 190 quando foi morta em carro perseguido em Linhares

Ela explicou que Vectra era perseguido por pick-up de cor prata.

21/11/2020 12h05
Por: Redação
Guaxe: Mariana pedia socorro via 190 quando foi morta em carro perseguido em Linhares

Quando se deslocou à ES 358, estrada de acesso ao Guaxe, interior de Linhares, na madrugada deste sábado (21), a guarnição atendeu direcionamento via 190, linha de emergência onde Mariana pediu socorro enquanto ela e o amigo, um jovem de 24 anos, tentavam escapar. Clique aqui para ler a primeira notícia sobre o crime.

O relatório policial cita que ela disse que os atiradores estavam em uma pick-up de cor prata, perseguindo o carro em que ela estava, um Chevrolet Vectra da mesma cor. A jovem explicava que os disparos de arma de fogo eram em sua direção.

Além da viatura do patrulhamento convencional, uma de Sooretama e outros carros oficiais da Força Tática foram para o local. A guarnição se deparou com o amigo de Mariana e condutor do Vectra às margens da estrada, cerca de 400 metros do local. Ele estava ferido.

Ao chegar onde o Vectra havia parado após bater na cerca da estrada, os policiais viram muitas perfurações na lataria do veículo, e no interior, já sem vida, a jovem que pediu socorro via 190. O amigo dela informou que ambos foram ao Guaxe, na casa de primos de Mariana, mas que ao chegarem não encontraram ninguém e decidiram voltar para a sede de Linhares.

Ainda de acordo com o sobrevivente, ele e a amiga foram cercados na saída do Distrito por homens armados que efetuaram vários disparos na parte da frente do Vectra, iniciando ali a perseguição, com outros disparos na parte traseira do automóvel.

O jovem acrescentou que o carro que conduzia colidiu contra a cerca de uma propriedade rural, onde conseguiu sair do veículo e fugir no meio da vegetação. A vítima afirmou que nada sabe sobre a autoria do crime.

Ele foi socorrido para o hospital HGL, e o corpo de Mariana foi levado para o Serviço Médico Legal (SML) local. No bolso dela, segundo a Polícia Militar, foi encontrado um pino de cocaína. No interior do veículo foi apreendido um aparelho de celular, sendo tudo entregue à Polícia Civil. O Vectra foi guinchado até o pátio credenciado do Detran, mesmo o motorista ter sido orientado pela guarnição de conduzi-lo a delegacia.

Mariana, que no seu perfil do Facebook usava o nome “Maria Almeida”, atualizou a foto de perfil dois dias antes do crime. Na ocasião, ela usava a mesma camiseta que vestia quando foi morta. A foto em que ela está usando boné branco (central) é a que ilustra o perfil, que é aberto. As outras duas (laterais) são da cena do crime.

Denúncias podem ser feitas no 181, e a pessoa não precisa se identificar. As que chegam a nossa Redação são encaminhadas ao setor competente.

12 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias