Terça, 15 de Junho de 2021
27 99808-4347
Polícia Fuga da morte

Morte por afogamento, apreensão de droga e revelação importante após troca de tiros no Interlagos

Pedro Henrique teve corpo liberado no SML de Linhares, sem marca de violência.

10/06/2021 11h28 Atualizada há 5 dias
Por: Redação
Morte por afogamento, apreensão de droga e revelação importante após troca de tiros no Interlagos

Um adolescente que completará 18 anos em setembro próximo, por pouco não teve o mesmo fim que o jovem morto quando tentava escapar da polícia a nado, na Lagoa do bairro Interlagos nesta quarta-feira (9). Foram momentos de desespero durante o trajeto que seria completado do outro lado da lagoa, no bairro Aviso. Um morador disse ao Site Eu Vi em Linhares, que o infrator “foi salvo graças ao policial que tentava prender ele e o comparsa”.

O leitor refere-se ao jovem Pedro Henrique Lemos de Oliveira, de 18 anos, que morreu afogado. Não foi encontrada nenhuma marca de violência no corpo dele, conforme informações que obtivemos no Serviço Médico Legal (SML), onde familiares estavam nos procedimentos para liberação do corpo nesta manhã de quinta-feira (10). Portanto, a vítima não foi atingida por nenhum dos disparos de arma de fogo registrados durante a ocorrência. "Se ele não tivesse prosseguido com a fuga, também estaria vivo, pois o policial foi salvar ele também", acrescentou a testemunha. Antes de ser entregue à Polícia Civil, o infrator, de acordo com relatório policial, fez uma revelação. Vejamos:

Continua depois da publicidade

Tiros e fuga da morte por afogamento– O relatório policial cita que ao passar pela Avenida Castro Alves, em um local conhecido como Beco dos Primos, onde é intenso o tráfico de drogas no Interlagos, os militares viram dois indivíduos, um trajando camisa cinza e bermuda tactel e outro camisa preta e bermuda.

Ainda segundo o relatório, ao perceber a aproximação dos policiais, a dupla empreendeu fuga sentido a margens da lagoa, mas de imediato foi feito cerco, momento que os dois indivíduos pegaram um barco e foram sentido a outra margem. Cita ainda o relatório, que o indivíduo de camisa preta portava um revólver e efetuou dois disparos em direção dos policiais.

Continua depois da publicidade

Leia também - Fotos do local onde Vitinho foi morto chegam com pedido de justiça em nossa Redação

Os PMs revidaram com quatro disparos e nesse momento os indivíduos pularam na lagoa e começaram a nadar. Alguns minutos depois vieram  gritos de socorro por parte do indivíduo que trajava camisa cinza. Ele é o adolescente de 17 anos que conseguiu sobreviver.

Um Soldado que estava na ação imediatamente solicitou ajuda de um pescador para resgatar o rapaz que não estava conseguindo concluir a fuga e corria risco de afogamento. Com o menor em segurança, o mesmo Soldado foi em direção do rapaz de camisa preta, mas, ainda de acordo com o relatório, ao perceber a aproximação do bote para o resgatar, ele mergulhou, e não foi mais encontrado. O corpo dele foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros, e no SML não foi encontrado nenhum sinal de violência.

Continua depois da publicidade

Droga e revelação – Em terra, já em segurança e muito assustado, o adolescente foi revistado assim que a equipe de policiais chegou na margem da lagoa. E segundo o relatório, com ele foi encontrado 24 buchas de maconha e uma quantia de R$ 30,00.

O menor, a droga e o dinheiro foram entregues à Polícia Civil para a sequência dos fatos. E ainda segundo o relatório, durante os trâmites de entrega dos materiais na 16ª Delegacia Regional de Linhares, o menor informou categoricamente que o indivíduo que morreu afogado sempre atravessava a lagoa a nado toda vez que fugia da polícia.

Continua depois da publicidade
7 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias