Quarta, 25 de Maio de 2022
27 99808-4347
Polícia PML se pronuncia

Após prisão, servidor que espetou gato será investigado pela Prefeitura de Linhares

Nota oficial foi divulgada na manhã desta sexta-feira (27).

27/11/2020 10h22 Atualizada há 1 ano
Por: Redação
Após prisão, servidor que espetou gato será investigado pela Prefeitura de Linhares

A Prefeitura Municipal de Linhares divulgou na manhã desta sexta-feira (27) uma nota oficial, comunicando que abriu procedimento administrativo para apurar conduta do servidor público investigado criminalmente por maus-tratos ao gato que foi capturado em armadilha e espetado com vergalhões no quintal de uma casa de dois andares, no bairro Jardim Laguna.

Leu? Amigos são sequestrados por indivíduos que se passaram por policiais em Linhares

Continua depois da publicidade

A atitude revoltou os linharenses, repercutiu no Estado e no Brasil inteiro. A Polícia Civil de Linhares recebeu todos os materiais da denúncia, enviados pelo Site Eu Vi em Linhares, e na mesma noite começou a atuar no caso.

Nesta quinta-feira (26) o investigado, que tinha em seu desfavor um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime, se apresentou, e disse que tem problemas psiquiátricos e depressão, e que pensou que tivesse matado o animal, conforme já divulgamos. Abaixo, confira a nota da PML:

Continua depois da publicidade

“O Município de Linhares/ES vem a público informar que instaurou procedimento administrativo na última terça-feira (24/11) para apuração da conduta do servidor público que está sendo investigado criminalmente por maus tratos ao gato, cujo os vídeos e as imagens foram veiculados na internet nos últimos dias. 

Esclarecemos que o servidor público investigado foi preso preventivamente, por ordem Judicial, e que a instauração de ação penal em face do mesmo constitui atribuição do Ministério Público do Estado do Espírito Santo, após a finalização da investigação criminal.

O Município de Linhares/ES ressalta que acompanha o desenrolar do caso junto às autoridades constituídas e que as provas que estão sendo colhidas e a decisão final a ser proferida pelo Poder Judiciário são fundamentais para a conclusão do procedimento administrativo instaurado.

Continua depois da publicidade

Por fim, o Município de Linhares/ES reitera que não coaduna com condutas desse jaez e que repudia todo e qualquer tipo de violência e crueldade contra os animais.” 

5 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias