Flagra

Homem é preso quando tentava extorquir R$ 18 mil de empresa em Linhares

Ele foi algemado na mesa de uma loja de conveniência de um posto de combustíveis da cidade.

18/03/2020 15h58
Por: Redação

Um homem de 41 anos foi preso em flagrante em Linhares, quando tentava extorquir R$ 18 mil de uma empresa de exportação para não testemunhar contra ela em uma ação na Justiça Trabalhista, movida por funcionários.

O flagrante se deu no final da tarde de ontem (17), quando uma equipe de policiais civis da Delegacia Especializada em Investigações Criminais de Linhares, montou campana em uma loja de conveniência de um posto de combustíveis da cidade.

De acordo com o delegado Fabrício Lucindo Lima, na apuração do caso de extorsão, ficou descoberto que, simultaneamente, o investigado também cobrava R$ 3 mil de cada uma das seis funcionários para ser testemunha em processo judicial trabalhista contra a empresa. “Ele (o investigado) pediu dinheiro aos funcionários para testemunhar a favor deles e depois estava exigindo dinheiro da empresa para não testemunhar”, contou.

O flagrante: Os Policiais Civis foram para a loja de conveniência onde estava ocorrendo o crime, e uma equipe aguardou em campana do lado de fora do posto, enquanto a outra entrou de forma velada para acompanhar e verificar o que estava acontecendo. “Os Policiais se sentaram ao lado do local onde estava sendo praticado o crime de extorsão, e acompanharam toda a conversa,  sendo possível ouvir o Investigado exigir os R$ 18 mil em dinheiro  da empresa, para não testemunhar a favor das funcionárias que entraram na Justiça trabalhista”, detalha Fabrício.

Ainda de acordo com o delegado, o indivíduo tentou extorquir os R$ 18 mil da empresa porque a sentença e o pagamento judicial por parte da ação movida pelas funcionárias poderia demorar. “Em troca dos R$ 18 mil, ele se comprometeu a não comparecer no dia das audiências trabalhistas, e tudo foi ouvido pelos policiais civis”, disse o delegado.

Após o término da conversa, os policiais se apresentaram ao investigado e o prenderam em estado flagrancial e o conduziram para a 16ª Delegacia Regional de Linhares, onde foi autuado em flagrante pelo crime de extorsão, com pena de 4 a 10 anos de prisão.

Toda a conversa, segundo o delegado, foi gravada pelo representante da empresa. Na delegacia o homem foi interrogado e confessou o crime. Ele foi encaminhado Á Penitenciária Regional de Linhares (PRL), e como não foi denunciado ainda, não pode ter nome e nem foto divulgados.

3comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários