Muitos feridos

Motivo de acidente com vários feridos na Estrada do Pontal revolta comunidade

Vítimas começam a ser ouvidas hoje (14). Uma criança precisou ser transferida para a Capital.

14/01/2020 07h07Atualizado há 1 dia
Por: Redação

O desfecho de um acidente que envolveu dois veículos e deixou seis pessoas feridas na tarde de domingo (12) na ES-358, a chamada Estrada do Pontal, surpreendeu e revoltou a comunidade de Linhares, sobretudo motoristas que procuram seguir a legislação de trânsito.

O acidente, de acordo com as investigações (que continuam hoje, 14), foi provocado por um dos motoristas que tinha como alvo uma mulher que estava no carro capotado. O casal havia discutido minutos antes, no balneário. O homem jogou o carro de propósito contra o veículo onde estava a mulher.

Após a briga, inclusive, com agressão física por parte do marido, a mulher conseguiu carona e deixou o balneário de volta para casa, mas o marido veio atrás e provocou o acidente, desconsiderando o perigo não somente para ele e à esposa, mas aos demais ocupantes do carro onde ela estava.

O motorista do carro que deu carona à mulher não é habilitado, o carro que ele conduzia transportava duas crianças, duas mulheres, e três homens. Todos, inclusive o que provocou o acidente, saíram feridos e foram levados para o Hospital Geral de Linhares (HGL). Uma das crianças, em decorrência da gravidade, precisou ser transferida para Vitória.

Hoje (14), o delegado Fabrício Lucindo Lima e equipe começam a ouvir as vítimas. “Provavelmente ele (o motorista suspeito) será indiciado por homicídio tentado”, disse o delegado. A motivação do acidente revoltou muitos leitores, que pedem intensificação de fiscalização relativa aos veículos que deixam o balneário de Pontal do Ipiranga para evitar transporte sem critérios e com motoristas dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. Atualização abaixo:

Atualizada em 16/01/2020 - Uma pessoa entrou em contato com a nossa Redação e disse que o excesso de passageiros (mais um adulto e uma criança) no carro que capotou, se deu mediante a emergência da situação de salvar a vítima (a mulher que era agredida pelo companheiro e a neta dela, uma garotinha de 9 anos).

16comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias