Julienes

Delegado detalha crimes que resultaram na prisão de Julienes, baleado ao reagir à ação da PC

Ele continua escoltado no HGL.

04/12/2019 10h41Atualizado há 2 semanas
Por: Redação

A Polícia Civil divulgou na manhã dessa quarta-feira (4) detalhes sobre o motivo do mandado de prisão, que ao ser cumprido na tarde de ontem (3), resultou em um policial ferido e o alvo do mandado, Julienes da Silva Honório, 25 anos, baleado. As fotos em destaque são da Polícia Civil.

A ação, de acordo com o delegado Fabrício Lucindo Lima, foi da Delegacia de Homicídios e Delegacia Patrimonial de Linhares, em operação conjunta, no bairro Lagoa do Meio, em Linhares. O objetivo era localizar Julienes, o qual, segundo doutor Fabrício, estava com mandado de prisão em aberto pela prática de crime de homicídio e homicídio tentado.

O delegado disse que esses crimes ocorreram no bairro São José, no dia 28 de abril desse ano de 2019, quando foi assassinado Paulo Henrique do Nascimento Soares, 24 anos, e alvejado W.T.A de 32 anos. "A Delegacia de Homicídios de Linhares investigou, elucidou os crimes e representou pela prisão dele (Julienes), e que foi devidamente decretada pela Justiça. Na tarde de ontem, recebemos informações sobre a presença do autor do homicídio e da tentativa na região", conta o chefe da Delegacia Regional de Linhares.

As equipes de policiais civis foram reunidas e passaram a monitorar o veiculo do jovem. Segundo o delegado, os policiais estavam em dois carros descaracterizados. "Quando o suspeito fez uma parada em um posto de gasolina, os policiais civis aproveitaram para cercar o carro dele. No momento que se viu cercado, ainda segundo o delegado, Julienes jogou o carro para cima de um dos policiais, tentando acertá-lo; "De imediato, para preservar sua vida e de terceiros, um dos policiais civis efetuou dois disparos de arma de fogo para conter o elemento; Um dos disparos acabou acertando as costas do indivíduo e ele se rendeu", disse Fabrício.

Julienes foi encaminhado para o Hospital Geral de Linhares (HGL), onde passou por cirurgia e se recupera, guarnecido por Agentes Penitenciários da Sejus. A operação contou com policiais da delegacia de homicídios e da delegacia patrimonial de Linhares e foi coordenada pelo delegado Leandro Sperandio. O espaço está aberto à defesa do jovem, caso esta queira se manifestar: (27 99808-4347).

28comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias