Doar amor

Que tal aderir ao Apadrinhamento Afetivo em Linhares? Muita gente precisa de você

Tire dúvidas e comece já a apadrinhar uma criança ou adolescente.

28/11/2019 06h31Atualizado há 3 semanas
Por: Redação

Você sabe o que é e como funciona o programa de Apadrinhamento Afetivo? Em Linhares, a Secretaria Municipal de Assistência Social mantém na ativa há dois anos o programa de Apadrinhamento Afetivo, e a Prefeitura de Linhares informou que o programa conta com 10 padrinhos com cadastros ativos e  que mais quatro estão em processo de efetivação para o programa. "São diversas as razões que levam crianças e adolescentes a serem resguardados por medidas de proteção. Abandono ou até mesmo maus tratos são exemplos de fatores que os levam a se abrigar nos acolhimentos institucionais presentes no município. E o programa é uma das maneiras de lhes garantir a convivência familiar e comunitária, direito previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente", informou a Secretaria responsável pelo projeto.

Tipos de apadrinhamento
O apadrinhamento pode ser feito em três modalidades: Padrinho Afetivo, Padrinho Prestador de Serviços e Padrinho Provedor. O padrinho afetivo é aquele que dá afeto, que visita o adolescente regularmente o levando para uma convivência familiar fora do abrigo e assim se tornando uma referência na vida deste adolescente. O padrinho prestador de serviços é uma pessoa ou empresa que ajuda os acolhidos por meio de ações de responsabilidade social. E o padrinho provedor é aquele que dá suporte material ou financeiro.

Atualmente, 48 crianças e adolescentes que moram em um dos abrigos mantidos pela Prefeitura aguardam por um Padrinho Afetivo, Padrinho Prestador de Serviços e Padrinho Provedor.

Como realizar o apadrinhamento?
Os interessados em apadrinhar uma criança ou adolescente podem se inscrever no site institucional: https://linhares.es.gov.br/ no link Apadrinhamento Afetivo (https://linhares.es.gov.br/programa-de-apadrinhamento/).

Para participar, entre as exigências, é preciso ter mais de 18 anos e não estar no cadastro nacional de adoção. Outra exigência é que o nome da pessoa não conste em nenhum processo envolvendo crianças em situação de risco.

Como se inscrever
Uma equipe técnica da Prefeitura, formada por assistentes sociais e psicólogos em parceria com a Vara da Infância e Juventude irão acompanhar todo o processo, orientar os padrinhos e apadrinhados. Os interessados em ser padrinho afetivo devem preencher uma ficha disponível no link do Apadrinhamento Afetivo no site da Prefeitura e depois encaminhar para o e-mail [email protected].

Ou procurar a equipe técnica do programa de Apadrinhamento na Secretaria Municipal de Assistência Social de segunda a sexta-feira, 7h30min às 11h30min. O telefone de contato é o 3372-2099 e na sede da Secretaria de Assistência Social, localizada na Rua Nossa Senhora da Conceição, 806, Centro. Fonte: Site PML. Foto: Instituto Fazendo História.

4comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias