Terça, 25 de Janeiro de 2022
27 99808-4347
Polícia Situação gravíssima

Baleado agoniza a espera se socorro no Pontal do Ipiranga. Comunidade se desespera (de novo)

Leitor que estava ao lado do ferido pediu socorro a nossa Redação. Pelo amor de Deus, alguém tem que olhar para nós, disse ele.

05/12/2021 16h32 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
Baleado agoniza a espera se socorro no Pontal do Ipiranga. Comunidade se desespera (de novo)

Mais um retrato da falta de assistência que acontece por parte do poder público no balneário de Pontal do Ipiranga, foi neste ensolarado domingo (5). A comunidade se desespera, ao pedir ajuda via qualquer número emergencial para socorro às vítimas em qualquer situação, pois o socorro simplesmente não existe no balneário. “O rapaz está baleado aqui no loteamento, perto de casa, ferido no pescoço, não sei o que faço, pois ligo para o socorro e cai lá não sei onde, e o policial que mora aqui e se diz responsável e fica com uma viatura, não me ajuda. É aqui no Loteamento do Seu Zito. Pelo amor de Deus, site, me ajude, ajude a comunidade”, desespera-se um morador junto a nossa Redação.

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram

Continua depois da publicidade

Nós entramos em contato com o Corpo de Bombeiros, em Linhares, e a informação é que não chegou nenhuma solicitação de pedido de socorro. Passamos então a situação, o local da tentativa de homicídio e pedimos se a pessoa que nos atendeu poderia entrar em contato via rádio com a Polícia Militar, para que a viatura que está no balneário levasse a vítima, J.P.S para o hospital, na sede do Município. A pessoa disse que faria isto.

O morador afirmou que no balneário não tem ambulância, não tem atendimento no Posto de Saúde, e “quem precisa desses serviços corre risco de morrer esperando”. A Prefeitura de Linhares não respondeu sequer a demanda de outra situação, registrada na noite anterior, quando uma vítima de acidente de trânsito agonizou esperando por socorro no balneário.

Continua depois da publicidade

Nós recebemos vídeo em que o homem, envolto a sangue e quase perdendo os sentidos, cita o nome respondendo perguntas de um leitor, que se desespera no áudio relatando que ligou para os números de emergência e não conseguiu retorno. As imagens são muito fortes, e não podemos mostrar.

Atualizada às 16h41 - O morador voltou a entrar em contato e disse que a ambulância apareceu e que a vítima baleada foi levada para um hospital na sede de Linhares. "Só não sei se vai aguentar, pois esperou muito tempo, perdeu muito sangue", disse ele.

15 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias