Sexta, 24 de Setembro de 2021
27 99808-4347
Polícia Em Sooretama

Idoso mata o ex-amante e é liberado após advogado provar legítima defesa

A vítima é um homem de 40 anos. O investigado esperou a chegada da polícia para explicar a situação.

10/07/2021 15h56 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
Idoso mata o ex-amante e é liberado após advogado provar legítima defesa

Um homem de 72 anos matou o ex-amante, de 40 anos, na manhã deste sábado (10) em Sooretama. O crime aconteceu na residência do autor, na Rua Tereza Sesquim, bairro Salvador, e a vítima foi assassinada a golpes de faca e paulada.

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram e ainda: Bailarina que caiu de corda durante espetáculo de circo conversa com o Eu Vi em Linhares

Continua depois da publicidade

No relatório policial consta que a Polícia Militar recebeu a informação de uma mulher dando conta de que um homem havia chegado sujo de sangue e dizendo que teria tirado a vida de outro homem.

Cita que no local do fato as guarnições encontraram Onézio da Silva, de 72 anos, parado em frente a sua residência, e que ele não ofereceu resistência e colaborou com os militares. Em seguida, nos fundos da casa foi observado que havia sangue na varanda, e ao entrar os policiais encontraram a vítima já sem vida dentro do imóvel.

Continua depois da publicidade

O idoso disse que a vítima, Mauro Arruda, de 40 anos, chegou no local por volta das 07:30 querendo ter relações sexuais com ele, mas teve o pedido negado, pois o detido explicou que não praticava mais tal ato homossexual.

Onézio, ainda de acordo com o relatório, disse que a vítima insistiu e que novamente negou e justificou que não pratica mais esse tipo de sexo. Nesse momento, a vítima teria tentado pegar o detido a força, e este, para se defender, matou o ex-amante a golpes de faca e paulada.

A perícia somou cinco perfurações no corpo de Mauro, sendo duas facadas no braço esquerdo, uma no antebraço esquerdo, uma no abdômen e uma na costela lado esquerdo, além de um afundamento da face na região do olho esquerdo produzida por um pedaço de pau. O corpo foi removido para o Serviço Médico Legal, e o detido para a delegacia.

Continua depois da publicidade

Liberado – O advogado Júnior Mendonça, que defendeu o idoso, conversou com a nossa reportagem e afirmou que as partes mantiveram um relacionamento tempos trás, mas que há cerca de seis meses a vítima não via mais o amante. Neste tempo, o investigado passou a ser heterossexual, e, inclusive, mantém um relacionamento com uma mulher.

O advogado acrescentou que Onézio foi liberado após provas de que agiu em legítima defesa. “Defendemos que as pessoas tenham livre acesso às opções sexuais, e admiramos a bravura das entidades que lutam em prol da causa. Contudo, o senhor Onézio optou por outro rumo na vida, e hoje ele seria estuprado se não agisse em sua legítima defesa. Sexo tem ser com consentimento, independente da orientação sexual”, disse o advogado Júnior Mendonça.

Continua depois da publicidade
10 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias