Domingo, 28 de Novembro de 2021
27 99808-4347
Polícia Muito revoltante

Jovem é morto a tiros após reclamar de traficantes no Residencial Rio Doce

Ele era trabalhador, e havia acionado a polícia minutos antes de morrer.

26/06/2021 06h44 Atualizada há 5 meses
Por: Redação
Jovem é morto a tiros após reclamar de traficantes no Residencial Rio Doce

Uma casa que fica na Quadra 21, no Residencial Rio Doce, bairro Aviso, foi invadida na madrugada deste sábado (26) por indivíduos armados, e o morador foi morto a tiros. Trata-se de Roberto de Souza Caldeira, de 22 anos, que poucas horas antes do crime, havia avisado a polícia, diretamente através de uma guarnição, de que pessoas de má índole estavam usando e vendendo drogas em frente a sua casa.

Leia também - Tiros e morte em Bebedouro. Corpo ficou “jogado” de um lado para o outro

Continua depois da publicidade

É grande a revolta na comunidade, que pede justiça. Testemunhas confirmaram que um indivíduo  que estaria consumindo entorpecentes em frente à casa do rapaz, saiu dali após a reclamação e depois retornou com mais um amigo, e que ambos estavam armados.

Um bandido portava uma arma de tamanho maior e outro de tamanho menor. A dupla arrombou a porta e os criminosos desferiram vários disparos contra Roberto. A perícia constatou que o jovem foi atingido por arma de grosso calibre, e próximo ao corpo estavam dois cartuchos de munição calibre 12 intactos, que foram recolhidos para os trabalhos de investigação serem iniciados.

Continua depois da publicidade

Nos foi informado que Roberto era casado, e completamente apaixonado pela esposa, e também que não tinha problemas com a polícia, trabalhava e não aceitava coisa errada. Quem puder ajudar na identificação e localização dos criminosos, passe detalhes através do 181, sem a necessidade de se identificar. As informações que chegam a nossa Redação são encaminhadas ao setor competente.

69 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias