Segunda, 12 de Abril de 2021
27 99808-4347
Polícia Bebida e morte

Lutis é morto a pauladas após confusão em Fazenda, em Rio Bananal

Um dos envolvidos fugiu, mas antes confessou a participação no crime registrado na noite deste sábado (27).

28/03/2021 07h47 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Lutis é morto a pauladas após confusão em Fazenda, em Rio Bananal

Noite de sábado (27) violenta no interior de Rio Bananal. A Polícia Militar e a Perícia Técnica da Polícia Civil foram acionadas à localidade de São Jorge de Tiradentes, onde um indivíduo foi espancado até a morte.

Leia também - Moto sem placa e numeração raspada é apreendida em Sooretama

Continua depois da publicidade

A vítima, Lutís Carvalho de Soares, de 47 anos, foi morta pouco depois das 21h, e a ocorrência foi atendida pela guarnição a bordo da viatura 4544, que ao chegar ao local encontrou a equipe do Samu, que foi acionada para socorrer uma o homem. A equipe já encontrou Lutis sem vida.

Ainda segundo o relatório policial, o crime aconteceu em uma Fazenda, e em contato com o gerente da propriedade rural, este disse que a vítima estava trabalhando na fazenda há cerca de uma semana.

Continua depois da publicidade

De acordo com as diligências, o autor do crime seria o outro empregado da Fazenda, identificado como  Jailson Inácio, conhecido como Foguinho, que trabalha na fazenda há cerca de três meses e possui família.

Confessou – O relatório conta que após o crime, o suspeito teria ido até a casa do gerente da fazenda e relatado que matou Lutis. Em seguida ele tomou destino ignorado. Ainda nas diligências, a guarnição  teve ciência da suposta motivação do assassinato. Confira abaixo:

Além de Foguinho, outras duas pessoas teriam participado do crime. Os funcionários envolvidos estavam consumindo bebida alcoólica, na tarde do mesmo dia, na casa de Jailson, o Foguinho, e a vítima e o suspeito tiveram um desentendimento, o que poderia ter ocasionado a morte de Lutis horas depois.

Continua depois da publicidade

Foram recolhidos três pedaços de madeira que estava próximo ao corpo, os três sujos de sangue. As investigações continuam, e o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal, em Vitória, pois não tem médico legista na unidade de Linhares.

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias