Quinta, 17 de Junho de 2021
27 99808-4347
Polícia Força Tática em ação

Morte de Diogo: Força Tática apreende suposto envolvido em ação na Invasão do Juparanã

Na mesma ocasião, pedras de crack foram apreendidas, e teve xingamentos contra os PMs.

18/12/2020 07h11
Por: Redação
Morte de Diogo: Força Tática apreende suposto envolvido em ação na Invasão do Juparanã

Policiais militares da Força Tática provocaram correria, foram xingados, mas em meio a pulação de muros por parte de quem opta por viver no mundo do crime, conseguiram apreender na manhã desta quinta-feira (17) um adolescente de 17 anos apontado supostamente como um dos envolvidos na morte de Diogo Sampaio dos Santos, 21 anos, assassinado em plena luz do dia no mesmo bairro. O crime aconteceu na calçada da Rua Domingos Duda, no dia 19 de outubro último, e a vítima chegou a ser socorrida, mas faleceu na manhã do dia 22).

Na ação da Força Tática nesta quinta-feira (18), o endereço de destaque é a Avenida Presidente Castelo Branco, Becos 8 e 7, e tudo se deu após denúncias via 190, dando conta de que o adolescente estava no Beco 8 da Invasão. As viaturas 4272 e 3259 foram ao local, e o relatorio cita que os PMs já conhecem o adolescente por conta de apreensão anterior e de outras denúncias sobre o tráfico de drogas.

Continua depois da publicidade

As denúncias também se estendem com relação ao assassinato de Diogo. Cientes de que acontece correria com fuga pelos becos sempre que a Força Tática estaciona suas viaturas na Invasão, foi montado um cerco de chegada simultânea em três pontos diferentes, e no Beco 8 foram vistos dois indivíduos, um sem camisa e outro que vestia camisa vermelha, os quais correram, conforme explicado acima.

Em seguida, diz o relatório que um indivíduo sem camisa saiu repentinamente no Beco 7 em direção ao Beco 8 e que ao ser abordado deu outro nome, mas como os PMs já o conheciam e sabiam seu nome verdadeiro, a situação se complicou para o lado dele.

Continua depois da publicidade

Na busca pessoal nada de ilícito foi encontrado, mas ao fazer busca no trajeto da fuga foi encontrado jogado em um quintal um pote com cinco pedras de crack. Foi necessário transpor vários muros na busca pelos becos na tentativa de encontrar o outro indivíduo que correu, porém, sem êxito.

Destaca o relatório que alguns familiares do adolescente abordado estavam bastante exaltados, com gritarias e atrapalhando o serviço da FT, e que foram ouvidos xingamentos direcionados à equipe.

O adolescente e a droga foram entregues à Polícia Civil, que fará o serviço de praxe, inclusive, com relação ao suposto envolvimento dele no assassinato de Diogo.

Continua depois da publicidade
11 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias