Terça, 13 de Abril de 2021
27 99808-4347
Polícia Absurdo

Bandidos arrombam e promovem vandalismo em Paróquia de Linhares

Agrediram algo sagrado, resumiu Marciel Agnezi Serafim, Padre que há 3 anos ministra no local.

26/10/2020 08h58 Atualizada há 6 meses
Por: Redação
Bandidos arrombam e promovem vandalismo em Paróquia de Linhares

A comunidade católica de Linhares amanheceu revoltada neste primeiro dia útil da semana (26). Um cenário de destruição foi encontrado na Comunidade São José da Paróquia João Paulo II, localizada no bairro São José. O local sediou a tradicional missa de domingo (25), e na madrugada desta segunda o alarme do setor de segurança foi acionado.

O padre Marciel Agnezi Serafim e o grupo de leigos foram avisados e mal puderam acreditar na ação de indivíduos: Os bandidos pularam o muro e usaram um bloco de calçamento para quebrar vidros das janelas. Eles também arrombaram cadeados e em seguida as portas.

Continua depois da publicidade

A caixa de ofertas, e até o Santíssimo não escaparam e foram quebrados, bem como o sistema de segurança. Gavetas e armários foram revirados e quando o alarme disparou quatro bandidos que estavam dentro da paróquia fugiram às pressas, aparentemente deixando para trás tudo que levariam.

Muito triste, mas esperançoso de que a situação será resolvida, o padre Marciel disse ao Site Eu Vi em Linhares que o prejuízo maior é o emocional. Ele atua no local há 3 anos: “Agrediram algo sagrado, é muito além do prejuízo que deixaram”, comentou.

Continua depois da publicidade

A Polícia Militar foi chamada e a ocorrência foi gerada. Um levantamento técnico está sendo feito para listar o que de fato foi destruído ou danificado, e saber se realmente nada foi levado pelos marginais. Denúncias podem ser feitas via 181.

9 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias