Terça, 22 de Setembro de 2020
27 99808-4347
Polícia Conduzido

PMs têm farda rasgada e acabam lesionados em ação no Centro de Linhares

Eles mobilizaram um jovem que não quis ter nome checado ao pedir corrida de táxi para outro município.

04/09/2020 10h34 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
PMs têm farda rasgada e acabam lesionados em ação no Centro de Linhares

Um Sargento e um Soldado da Polícia Militar saíram lesionados e com as fardas rasgadas de uma ação em que precisaram usar força para imobilização de um suspeito no Centro de Linhares.

Foi na manhã desta quinta-feira (3), e um taxista também saiu lesionado. O suspeito pediu uma corrida, e a PM foi chamada após um ato de precaução por parte do taxista que desconfiou quando foi citado o local da corrida. O suposto passageiro possui, conforme apurado no sistema, diversas passagens por crimes de tráfico de drogas, tentativa de homicídio, e roubo de veículos.

De acordo com relato policial, o taxista acionou a Polícia Militar alegando que foi solicitado pelo passageiro, um jovem de 21 anos, para uma corrida até o município de Pinheiros, local onde este afirmou que pagaria pelo serviço.

Temendo ser roubado, ao avistar a viatura da PM, o motorista do táxi perguntou ao rapaz se haveria algum problema em checar o nome dele junto à polícia. O rapaz disse que não era para o taxista fazer isto.

Mas o taxista fez, e o rapaz foi abordado. A princípio o passageiro, conforme relato policial, disse outro nome e sobrenome, o qual não foi possível identificação junto ao sistema. E, para completar as suspeitas, o indivíduo teria tentado fugir.

O Sargento e o Soldado conseguiram alcançá-lo e houve resistência para que não ocorresse o procedimento de condução à delegacia. Foi neste momento que os militares precisaram usar a força.

A informação é que o rapaz teria tentado se apossar da arma do Sargento durante os procedimentos de imobilização, e que o Sargento teve o dedo anelar da mão direita lesionado e a farda rasgada na parte superior do braço esquerdo.

Já o Soldado teve o joelho direito lesionado, e a farda rasgada na altura do joelho. O taxista que também participou da ação, sofreu lesões no cotovelo direito e joelho esquerdo; e o conduzido teve escoriações nos dois cotovelos e tornozelo e joelho esquerdo.

Na 16ª Delegacia, o nome do rapaz foi consultado e veio o resultado das passagens pelos delitos citados acima. Nos buscamos junto à Polícia Civil local sobre o que aconteceu com o conduzido, e a informação é que ele assinou um Termo Circunstanciado de resistência, e foi liberado.

13 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias