Terça, 22 de Setembro de 2020
27 99808-4347
Polícia Carga recuperada!

Polícia Civil recupera carga de tecido avaliada em R$ 350 mil

Tudo já foi devolvido ao dono.

03/09/2020 09h35
Por: Redação
Polícia Civil recupera carga de tecido avaliada em R$ 350 mil

A equipe da Delegacia Especializada de Crimes Contra o Transporte de Cargas (DECCTC) recuperou uma carga de tecidos avaliada em 350 mil reais, roubada no último dia 23 de agosto, em João Neiva. O material foi encontrado, na tarde dessa terça-feira (01), em um galpão, localizado em Vila Prudêncio, Cariacica. 

A titular da DECCTC, delegada Rhaiana Bremenkamp, falou sobre o caso durante entrevista coletiva, na manhã desta quarta-feira (02). "Por meio de denúncia anônima e diligências da nossa equipe de investigação, nós conseguimos encontrar essa carga num galpão ontem (01), por volta das 16 horas, no município de Cariacica, no bairro Vila Prudêncio", relatou a delegada. 

O carregamento de tecidos foi roubado a caminho do Estado de Pernambuco. O motorista do caminhão procurou a DECCTC, onde registrou um boletim de ocorrência relatando que foi abordado por dois homens em um posto de combustíveis, em João Neiva, que o renderam e o colocaram em um veículo de passeio. Um dos homens dirigiu o veículo, enquanto o outro embarcou no caminhão. A vítima afirma que foi abandonada horas depois, nas proximidades da Rodovia do Contorno, em Cariacica.

O carregamento, de 737 rolos de tecido com, aproximadamente, 20 quilos cada, foi recuperado em sua totalidade e já foi restituído ao proprietário. Até o momento, nenhum suspeito foi detido. "Nós continuamos as diligências, com o objetivo de identificar e localizar todos os criminosos envolvidos nesse roubo. Por isso, a gente pede apoio da população e quem tiver informações pode entrar em contato com a delegacia, ou denunciar de forma anônima, por meio do Disque-denúncia 181", disse a delegada. Fonte: PC ES.

5 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias