Sexta, 24 de Setembro de 2021
27 99808-4347
Geral Separação

Até que a quarentena nos separe: Aumenta número de divórcios com a pandemia

Relacionamento (difícil): Especialista em comportamento humano ensina estratégias para lidar com as pessoas.

20/08/2020 10h54 Atualizada há 1 ano
Por: Redação
Até que a quarentena nos separe: Aumenta número de divórcios com a pandemia

O número de divórcios consensuais realizados pelos cartórios de notas do país, durante a quarentena decretada pela pandemia do novo coronavírus, entre os meses de maio e junho deste ano, aumentou 18,7%. O aumento coincide com a autorização nacional para que divórcios, inventários, partilhas, compra e venda, doação e procurações possam ser feitos de forma remota, por videoconferência por meio da plataforma e-Notariado.

Em números absolutos, os divórcios consensuais passaram de 4.471 em maio para 5.306 em junho de 2020. Houve crescimento em 24 estados brasileiros, especialmente no Amazonas (133%), Piauí (122%), Pernambuco (80%), Maranhão (79%), Acre (71%) Rio de Janeiro (55%) e Bahia (50%). Segundo o levantamento, apenas três unidades federativas não viram crescimento neste período: Amapá, Mato Grosso e Rondônia.

Continua depois da publicidade

Na comparação com o mês de junho de 2019, também houve uma leve alta em nível nacional, 1,9%. Ao todo, 15 unidades da Federação registraram crescimento: Amazonas (30%), Distrito Federal (8,5%), Espírito Santo (18,4%), Goiás (33,8%), Minas Gerais (13,5%), Mato Grosso do Sul (36,1%), Mato Grosso (14,9%), Paraná (21,8%), Rondônia (31,2%), Roraima (100%), Rio Grande do Sul (7,8%), Santa Catarina (28,3%), Sergipe (40,9%), Tocantins (5,3%) e São Paulo (1,9%).

Dinheiro, fama, viagens, status social e vários diplomas pendurados na parede. Tudo isso é muito importante. Mas se você não tiver inteligência emocional para lidar com pessoas – principalmente as de temperamento difícil – o caminho para o sucesso será mais árduo e a realização na vida profissional e, também pessoal, tende a ficar ainda mais distante. O que a maioria das pessoas não sabem é que, antes de lidar com os outros, é preciso aprender a lidar com você mesmo em primeiro lugar!

Continua depois da publicidade

Isso é o que ensina o especialista em comportamento humano, empresário e escritor, Ivan Maia, no livro O Samurai e o Guerreiro Interior, publicado pela Luz da Serra Editora. Com mais de 20 anos de experiência em cursos e palestras sobre relacionamentos interpessoais, o estrategista reuniu tudo o que sabe neste lançamento. E o autoconhecimento, segundo o escritor, é o primeiro passo para tratar com maestria diferentes tipos de pessoas.

“A prática desta fantástica ferramenta abre portas, produz imensos resultados, altera destinos, remove barreiras, transforma corações e comportamentos, e permite aos que a utilizam ir aonde as pessoas comuns jamais chegarão. Através da compreensão sobre as outras pessoas, nos aproximamos mais e mais do Autoconhecimento. É impossível prejudicar alguém sem fazer o mesmo a si próprio; o contrário, portanto, é igualmente verdadeiro.” (O Samurai e o Guerreiro Interior – P.88)

Neste livro, Ivan fornece ferramentas e técnicas para que todos aprendam a lidar consigo, para que compreendam o que está sentindo e, com domínio total das emoções, saber conviver com o próximo de maneira harmoniosa. 

Continua depois da publicidade

Dividido em sete capítulos o livro com 216 páginas, o especialista em comportamento humano percorre o conceito de inteligência emocional com o objetivo de ajudar as pessoas a promoverem uma mudança interna, como uma espécie de guia para que o Samurai e o Guerreiro que habita em cada um seja descoberto.  O maior presente que essa leitura pode trazer é, em pouco tempo, entender o poder do Samurai e a bravura do Guerreiro Interior para, enfim, trilhar o tão esperado caminho do sucesso.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias