Quarta, 25 de Maio de 2022
27 99808-4347
Polícia Força Tática

Pistola, revólver, munições e carregador apreendidos dentro de barbearia no Pó do Shell

Foi uma ação da Força Tática, e dois indivíduos foram conduzidos para a delegacia.

11/08/2020 16h39
Por: Redação
Pistola, revólver, munições e carregador apreendidos dentro de barbearia no Pó do Shell

Dois indivíduos foram presos no bairro Shell na tarde desta terça-feira (11). A ação da Polícia Militar se deu pouco depois das 12h, na localidade do bairro conhecida como Pó do Shell. Um dos conduzidos à delegacia, conforme informou uma leitora, teria saído da cadeia há menos de um mês.

Nós buscamos por informações oficiais e, trata-se de uma ação da Força Tática após denúncias dando conta de que um indivíduo estaria armado dentro de uma barbearia, e que ele estaria portando mais de uma arma de fogo. Os militares encontraram o denunciado e outras seis pessoas no estabelecimento e todos foram abordados.

Continua depois da publicidade

As armas - Dentro de uma gaveta a Força Tática encontrou um revólver calibre 38 em um coldre carregado com seis munições intactas e outras cinco munições intactas no coldre.

No chão do estabelecimento, sob um sofá, foi encontrada uma pistola calibre 7,65mm com 12 munições intactas, e um carregador sobressalente com mais 12 munições intactas e uma picotada foi encontrado em cima de um freezer.

Continua depois da publicidade

Na busca pessoal, foi encontrado com um dos indivíduos que estavam no local, uma pistola calibre .40 carga da Sejus, e o revistado explicou e provou que é inspetor penitenciário e estava no local para cortar os cabelos.

Os policiais da Força Tática perguntaram quem era o dono das armas e munições citadas acima, e um jovem de 20 anos, que não é o que foi denunciado, disse que seriam dele. Ele explicou que estava com elas na cintura e que ao perceber que as viaturas chegavam, teria colocado as armas nos locais onde elas foram encontradas.

Porém, além de o jovem não ter sido o alvo das denúncias, o revólver estava na gaveta perto do indivíduo que foi denunciado. E, além disso, o rapaz que assumiu ser dono das armas, conforme explica a Polícia Militar, não soube informar detalhes básicos das mesmas e tão pouco a quantidade de munições que haviam nelas. O caso, então, foi levado até a Polícia Civil, onde as armas e as munições apreendidas foram entregues na 16ª Delegacia Regional.

Continua depois da publicidade

Nós não vamos citar nomes e apelidos dos conduzidos porque não obtivemos retorno sobre o desfecho do caso junto ao delegado que nos confirmou a ação da FT.

15 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias