Sábado, 19 de Setembro de 2020
27 99808-4347
Polícia Noite de domingo

Areal de Regência: PM é chamada para atender ocorrência de violência doméstica

Mulher esfaqueada (sem gravidade) pelo marido também acabou levada para a delegacia

10/08/2020 09h53
Por: Redação
Areal de Regência: PM é chamada para atender ocorrência de violência doméstica

Policiais a bordo da viatura 4089 atenderam ocorrência de violência doméstica na noite deste domingo (9) na localidade de Areal de Regência. Na solicitação, segundo o relatório, a PM foi informada que acontecia uma briga de casal, e que uma das partes, a mulher, estava esfaqueada.

No local, a Polícia Militar diz que encontrou a mulher muito alterada e que esta disse que o marido tentou esfaqueá-la  e mostrou um pequeno corte no lado esquerdo da barriga, mas que não aparentava gravidade.

A mulher, ainda segundo o relatório, levou a guarnição a sua residência onde o companheiro totalmente embriagado recebeu os policiais e afirmou não ter feito nada contra a companheira.

A mulher, ainda segundo a PM, gritada em todo o momento com a guarnição, dificultando o diálogo para prosseguimento dos trabalhos relativos à ocorrência. A vítima pedia aos policiais para darem conselhos ao marido, mas quando os PMs deram voz de prisão ao mesmo, ela teria tentado impedir que a guarnição o conduzisse.

O relatório diz foi dada voz de prisão ao homem pela Lei Maria da Penha, e que a mulher também foi conduzida por desobediência e que no trajeto até a delegacia ainda teria chamado os PMs de “pestes” e “desgraçados”. O casal não foi algemado, mas foi conduzido no comportamento de segurança da viatura por estar muito alterado. Ainda que os nomes não tenham sido divulgados, o casal tem espaço aberto caso queira se manifestar: 27 99808-4347.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias