Terça, 20 de Outubro de 2020
27 99808-4347
Saúde Alerta

Mais um caso de coronavírus, e Linhares muda de lugar no Mapa de Gestão de Risco do ES

Saiba o que também mudará.

30/04/2020 08h37 Atualizada há 6 meses
Por: Redação
Mais um caso de coronavírus, e Linhares muda de lugar no Mapa de Gestão de Risco do ES

Basta mais um caso confirmado do novo coronavírus para Linhares entrar na categoria “moderada” nas atualizações do Mapa de Gestão de Risco do Espírito Santo. O Mapa de Gestão de Risco é revisado semanalmente com os dados atualizados da Secretaria da Saúde (Sesa), e ao atingir 40 casos, Linhares sai da categoria “baixa”.

Na proporção em que se altera a classificação do mapa, os municípios devem adotar novas medidas qualificadas no combate ao novo coronavírus. Mas, a categoria moderada não significa mudança extrema. “Com 40 casos Linhares sobe para risco moderado, mas, calma,  não saia alarmando por aí, pois não muda muito”, disse uma fonte segura do setor aqui no município.

Questionamos o que seria o “não muda muita coisa”, e a resposta foi: “Garanto que vai bater em cheio ao que todos questionam, que é o horário diferenciado no comércio, com um freio mais rígido, digamos assim. Também teremos que levar muito à sério o uso de máscara e o distanciamento entre uma pessoa e outra, esteja ela doente ou não”, disse a nossa fonte.

No Painel Covid-191, Linhares amanheceu com os 39 casos que divulgamos na noite de ontem (29), e é o sexto município no ranking da doença, ficando atrás de: Viana, Cariacica, Vitória, Serra e Vila Velha (foto em destaque). Ao todo, o Espírito Santo soma, até a postagem desta informação, 2.538 casos confirmados, 817 pacientes curados, e 84 óbitos.

Mais sobre a doença: A doença provocada pelo novo Coronavírus é oficialmente conhecida como COVID-19, sigla em inglês para “coronavirus disease 2019” (doença por coronavírus 2019, em tradução livre). Vírus que causa doença respiratória pelo agente coronavírus, com casos inicialmente registrados na China e hoje espalhados por todo o mundo.

O quadro pode variar de leve a moderado, semelhante a uma gripe. Alguns casos podem ser mais graves, por exemplo, em pessoas que já possuem outras doenças. Nessas situações, pode ocorrer síndrome respiratória aguda grave e complicações. Em casos extremos, pode levar a óbito.

As investigações sobre as formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo.

Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção. É importante observar que a disseminação de pessoa para pessoa pode ocorrer de forma continuada.

Alguns vírus são altamente contagiosos (como sarampo), enquanto outros são menos. Ainda não está claro com que facilidade o coronavírus se espalha de pessoa para pessoa.

Transmissão - A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: Gotículas de saliva; Espirro; Tosse; Catarro; Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Período de incubação - O período médio de incubação por coronavírus é de 05 dias, com intervalos que chegam a 12 dias, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

A transmissibilidade dos pacientes infectados por SARSCoV é em média de 07 dias após o início dos sintomas. No entanto, dados preliminares do coronavírus (SARS-CoV-2) sugerem que a transmissão possa ocorrer mesmo sem o aparecimento de sinais e sintomas.

Até o momento, não há informações suficientes de quantos dias anteriores ao início dos sinais e sintomas uma pessoa infectada passa a transmitir o vírus.

7 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias