Domingo, 29 de Novembro de 2020
27 99808-4347
Geral Fim do tormento

Alívio: Pensei que no pior, diz mãe de Alexandre Toneto Magnago

Ela contou onde e como o filho estava, e o que aconteceu para ele desaparecer.

28/01/2020 22h35 Atualizada há 10 meses
Por: Redação
Alívio: Pensei que no pior, diz mãe de Alexandre Toneto Magnago

Pensei que não fosse encontrar meu filho vivo. Foi muito angustiante desde que não conseguimos mais contato com ele. Deus é maravilhoso, e ele está bem e aqui comigo de novo”.

Leu? Urgente: Alexandre sai para aulão, e desaparece em Linhares 

As palavras são de Lucélia Toneto Reinaldo Magnago, mãe do jovem Alexandre Toneto Magnago (foto), 22 anos. Ela conversou com a nossa Redação na noite desta terça-feira (28), logo que chegou da cidade de Itamaraju, na Bahia, onde foi buscar Alexandre. O rapaz havia desaparecido desde o início da tarde de sábado (25).

O jovem saiu de casa de moto, no bairro Conceição, para um aulão preparatório visando uma boa colocação no concurso público da Prefeitura de Linhares, e não mais voltou. “Ele saiu sem rumo, parece que deu um vazio nele, mas agora isso é infinitamente inferior a alegria de tê-lo de volta”, disse Luciléia.

Alexandre, conforme informou a mãe, estava com a mesma roupa que havia saído de casa, porém, muito sujo, com fome e cansado. Uma mochila que ele havia levado foi furtada, provavelmente durante as noites que ele dormiu na rua. Os documentos estavam no bolso, e não foram levados pelo ladrão.

A mãe disse que reencontrar o filho foi possível através de investigações por parte do delegado Romel Pio Junior, que trabalha na 16ª Delegacia Regional de Linhares (DRL). “Eficientíssimo. Não mediu esforços para nos ajudar”, elogia ela. A mãe do jovem contou que o filho tentou usar o cartão de crédito e não conseguiu, e que isto foi essencial para ele ser encontrado.

O rapaz sempre esteve só durante esses dias sem notícias, e após ficar em frente a uma oficina, foi pedir ajuda, segundo a mãe, na delegacia de Itamaraju. Ele não tinha dinheiro para comer e nem para colocar gasolina na moto para voltar para casa. “Graças a Deus, está tudo bem. Amanhã (29) vamos à delegacia para dar baixa no boletim do desaparecimento, e demais detalhes necessários”, disse ela.

23 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias