Parto na ambulância

Pontal: Gestante de MG sente contrações em frente ao palco, e dá à luz dentro de ambulância

Essa é exclusiva e renderá pautas. Nosso plantão conversou com motorista que fez o parto.

01/01/2020 19h47Atualizado há 2 meses
Por: Redação

Uma gestante de Minas Gerais, que veio passar o feriado de réveillon na Praia de Pontal do Ipiranga, em Linhares, deu à luz dentro da ambulância que a transportava da área de eventos para o posto de saúde do balneário. Foi nos primeiros minutos desta quarta-feira-feira (1º). Quem fez o parto foi o motorista da ambulância, o condutor socorrista Giuleno de Melo Ferreira Soneghetti (foto).

Nós conversamos com ele, que atua na Central de Ambulâncias e, conforme informou, “foi incrível”. Giuleno, que é concursado e tem 12 anos de experiência, disse que a equipe da noite estava atendendo vítima de acidente (Aquele que matou uma cabeleireira na Estrada do Pontal), e que precisou atender a ocorrência sobre a gestante sozinho.

Contudo, ele pensou que apenas transportaria a grávida, das proximidades do palco até o Pronto Socorro, aproximadamente 300 metros de distância. Só que a criança, um lindo menino, não esperou: “Coroou (a cabeça da criança estava saindo) e estacionei a ambulância, coloquei as luvas e fiz o parto. Faltavam dez minutos para começar 2020”, disse ele.

Após os procedimentos acima, a mãe, que se chama Mariana Jesus Gomes, de 20 anos,  e filho, que segundo o condutor socorrista se chamará Mateus, foram levados ao PS, onde outros procedimentos foram adotados, para a transferência até o Hospital Rio Doce. A criança nasceu de 26 semanas, e esta foi a primeira experiência do gênero vivida pelo motorista. “O plantão foi intenso, mas valeu a pena”, concluiu.

Nós buscamos por informações junto ao hospital, e mãe e filho passam bem. Quando começamos as apurações sobre o fato, recebemos a informação de que a criança seria uma menina, mas Giuleno afirmou que trata-se de um menino, e que ele recebeu o nome de Mateus.

Atualização: Uma enfermeira entrou em contato com a nossa Redação, e disse que a gestação estava em 36, e não 26 semanas, conforme informou o motorista. E uma leitora que pediu para não ser identificada, disse que a gestante "deve ter mudado recentemente para Minas Gerais", pois a conhece, e seria vizinha dela, no bairro Canivete, em Linhares.

8comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM