Pressão nas redes

Perfis de (alguns) vereadores de Linhares têm comentários desabilitados ou apagados

Comentários nos perfis dos vereadores foram intensificados durante a noite, após manifesto em frente à Câmara.

19/11/2019 07h33Atualizado há 2 meses
Por: Redação

É grande a pressão de populares com relação ao projeto, agora declaradamente nulo, que aumentava em 78% o salário dos vereadores da Câmara Municipal de Linhares. Mesmo com um comunicado divulgado horas antes da Sessão Ordinária de ontem (18), dando conta de que seria votado outro projeto, desta vez com reajuste de 26,7%, um manifesto que estava marcado para acontecer durante os trabalhos, foi mantido. Só que a Sessão precisou ser encerrada após poucos minutos da abertura (clique aqui e confira). Mas o protesto prosseguiu até por volta das 17h10. A Sessão começa às 18h.

A informação que obtivemos por parte de um vereador, é que não havia a menor condição de a Sessão continuar. “O barulho não permitia ouvir nada no Plenário, e como havia possibilidade de o Plenário ser ocupado por eles (os manifestantes) recebemos orientação para encerrar os trabalhos”, disse ele. “Mas só fale meu nome se falar o de todo mundo (os demais vereadores)”, completou.

Pressão nos perfis dos vereadores: E do mesmo jeito que usaram as redes sociais para propagação do manifesto, após deixarem a frente da sede do Legislativo, no bairro Colina, muitos dos que marcaram presença voltaram para as redes sociais, dessa vez, intensificando comentários nos perfis dos vereadores, ou marcando os mesmos em comentários diversos.

Como muitos postaram palavras de ofensas com acusações usando termos que requer provas para divulgação, os comentários começaram a ser apagados. Alguns vereadores optaram por desabilitarem a opção para os comentários. “Não sou contra a quaisquer manifestações, mas daí a ofender, tem que provar. Printei tudo para usar se necessário for”, disse um dos edis.

A próxima Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Linhares está marcada para segunda-feira (25), às 18h.

16comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias