Segunda, 13 de Julho de 2020
27 99808-4347
Esportes Ai que dor!

Socorro demorou: Jogador quebra perna em partida de futebol, no Interlagos

Partida foi interrompida, quem estava no campo contou como foi:

22/09/2019 15h10 Atualizada há 10 meses
Por: Redação
Socorro demorou: Jogador quebra perna em partida de futebol, no Interlagos

Uma partida de futebol amador realizada na manhã deste domingo (22), no Campo do Vasquinho, bairro Interlagos, terminou em acidente dentro das quatro linhas.

Atlético x São Cristóvão se enfrentavam na ensolarada manhã, quando Thiago, do time do São Cristóvão, quebrou a perna em um lance. O jogo foi interrompido e os companheiros dele e do time adversário ficaram preocupados ao perceberem a gravidade da situação.

Conforme a reclamação de um dos que estavam no campo e que enviou as informações para o nosso plantão, a partida é válida pela segunda divisão do futebol amador de Linhares, e não havia nenhuma estrutura para atendimento no local mediante a acidentes como o ocorrido. “Ligamos para o Corpo de Bombeiros, mas a equipe estava em uma ocorrência de acidente muito grave, e na Central de Ambulâncias disseram que não poderiam atender, e que era para chamarmos o Corpo de Bombeiros”, disse o leitor.

Outra pessoa que estava no campo, disse que foi “desesperador” ver o atleta caído e reclamando de dores sob sol escaldante. “Pegamos placas e sombrinha para pelo menos ele ficar na sombra. Não havia nenhum ortopedista por perto, e sem orientação adequada resolvemos acalmá-lo e esperar. Uma hora após o ocorrido, o Corpo de Bombeiros, felizmente, apareceu”, contou.

A ocorrência grave que estava sendo atendida pelo Corpo de Bombeiros, foi o acidente com um veículo em um dos cruzamentos da BR-101, no bairro Araçá.

Nós estamos esperando resposta da demanda enviada para o plantão do setor de comunicação da Prefeitura de Linhares.

Atualização às 17h08 - A Prefeitura de Linhares informou que a Central de Ambulâncias do município prestou todo o apoio necessário aos profissionais do Corpo de Bombeiros no atendimento ao atleta. O deslocamento dos veículos até o estádio, segundo a nota, durou 30 minutos, conforme protocolo de atendimento da Central. "Destaca que, como se tratava de fratura óssea, os primeiros socorros são feitos pelos bombeiros militares. O atleta foi encaminhado ao Hospital Rio Doce e de lá transferido para o HGL", finalizou a resposta.

14 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias