Quarta, 28 de Outubro de 2020
27 99808-4347
Polícia Cabo

Unhadas em PM: Confira detalhes do ocorrido em bar após denúncia de som alto

Cabo foi agredido ao atender ocorrência no bairro Aviso.

06/07/2019 18h18
Por: Redação
Unhadas em PM: Confira detalhes do ocorrido em bar após denúncia de som alto

O Site Eu Vi em Linhares teve acesso a detalhes do ocorrido no bar, cenário da agressão sofrida pelo Cabo da Polícia Militar, Rodrigo Bonadiman, neste sábado (6), no bairro Aviso, Linhares.

Quando buscamos por novas informações junto à Polícia Civil, o delegado Tiago Cavalcante disse que a autora das unhadas que arrancaram sangue da face do PM, não havia pagado a fiança, no valor de R$ 1 mil, e que ela vai responder por desacato e resistência. 

Leia também - Mulher agride Cabo da PM em Linhares. Confira o que disse o delegado

Uma testemunha contou à nossa Redação o que viu no momento da confusão no bar, e dados oficiais comprovam detalhes do ocorrido: A guarnição que tinha Bonadiman como um dos integrantes foi atender ocorrência de som alto, e também denúncia de que crianças estariam no local, na companhia de adultos embriagados.

Os PMs teriam visto algumas mulheres saindo do bar com menores, e o dono do estabelecimento teria se apresentado e afirmado que estava encerrando o expediente. Foi aí que teve início a confusão.

A mulher que acabou conduzida teria mandado os policiais tomarem no C e os chamado de "viados". E ao tentar sair, foi impedida por Bonadiman, mas cravou as unhas no rosto e pescoço dele. Por sua vez, o Cabo adotou técnicas de imobilização para tentar conter a conduzida. Nesse momento, outras pessoas o teriam atacado para ajudar a mulher fugir.

Companheiros do Cabo deram apoio e ajudaram a conter a mulher e demais que tentaram intervir na ação policial. Por fim, a mulher e um indivíduo acabaram conduzidos à delegacia. Ele, segundo o delegado, assinou termo de compromisso a comparecer em audiência.

Palavras de baixo calão com xingamentos teriam sido proferidas por parte de ambos, com afirmativa de que procedimentos seriam adotados para que os policiais perdessem suas fardas.

O espaço está aberto à defesa dos conduzidos, caso queiram se manifestar: 27 99808-4347.

15 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias