Terça, 22 de Setembro de 2020
27 99808-4347
Polícia PM

Policial Militar de Linhares é baleado na cabeça e levado para o Hospital Rio Doce

Ele foi socorrido por populares.

01/07/2019 08h40
Por: Redação
Policial Militar de Linhares é baleado na cabeça e levado para o Hospital Rio Doce

Um Cabo da Polícia Militar foi baleado na noite deste domingo (30), na localidade de Chapadão do 15, próximo a uma cabana, diz o Boletim Unificado 39775935, gerado às 23h27.

Leia também - BME é chamado para invadir agência bancária em Linhares

Segundo o BU, cinco indivíduos tentaram contra a vida do militar, identificado como Washington Luiz, que foi ferido na cabeça por um disparo de arma de fogo.

O grupo teria fugido pela Rodovia Roberto Calmon, sentido ao município de Rio Bananal. A vítima, ainda segundo o BU, foi socorrida por populares e levada para o Hospital Rio Doce.

Atualização às 11h35 - Um áudio divulgado nas redes, cuja voz é de um policial militar, informa que o Cabo Washington Luiz sofreu três traumatismos na face, ouvido, crânio, e que esteve com ele, foi reconhecido, mas que a situação "é um pouco grave". O policial também informa que o ao apartar uma briga em um forró, e que "os camaradas" partiram para cima dele, com paulada na cabeça, tomaram a arma da vítima, efetuaram dois disparos, mas que os ferimentos não foram com relação a tiros. O autor, seria um indivíduo de apelido "Escorpião", que escapou.

Mais detalhes do BU

Nós conseguimos mais detalhes do BU: A ocorrência foi atendida pela guarnição a bordo da viatura 4093 juntamente com a viatura da Central.

Nas primeiras informações recebidas, a PM atendeu como disparos de arma de fogo contra o Cabo, e que os suspeitos haviam fugido em três motos: duas motos Biz, sendo uma de cor preta, e uma terceira moto, CG de cor preta, em direção a Rio Bananal.

O BU cita que a guarnição conseguiu alcançar os suspeitos e deteve dois ocupantes da CG, placa  OVE-0703. Os dois ocupantes confirmaram que estavam no local do crime.

Nas buscas aos outros suspeitos, foi encontrada apenas a Biz preta usada na fuga, de placa MST-1710, e na sequência a PM teve acesso aos nomes dos demais envolvidos, entre eles o de “Escorpião”.

Já no local do crime, uma testemunha contou, diz o BU, que o Cabo estava com alguns amigos à mesa e aconteceu uma briga e populares teriam reconhecido que Washington é PM e pediram ajuda. A testemunha cita que o Cabo teria tentado por diversas vezes ligar para o CCO (190) e pedir apoio, mas que não obteve êxito por conta da localização.

Como populares clamavam pela interferência do Cabo, este decidiu conversar e tentar apartar a briga, mas um deles deu uma paulada na cabeça do militar, por trás, e em seguida todos os envolvidos partiram para cima dele.

Para se defender, o policial, ainda segundo relato da testemunha no BU, sacou a arma de fogo, mas os suspeitos estavam em vantagem e a arma foi tomada  do PM.

Nesse momento, o indivíduo de nome Gilmar Souza da Silva, o Escorpião, segundo a testemunha, efetuou dois disparos contra o Cabo, que caiu no chão e foi socorrido por populares.

No hospital, o médico, segundo o BU, informou que a vítima estava com traumatismo craniano, ouvidos perfurados e com muita hemorragia.

Os veículos apreendidos e os indivíduos abordados foram entregues à Polícia Civil.

Denúncias podem ser feitas via 190 ou 181, sem a necessidade de identificação por parte do denunciante.

7 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias