Terça, 11 de Maio de 2021
27 99808-4347
Polícia Vvv

BU: baleado no Juparanã teria dito "Polícia também morre"

Vídeo enviado para a nossa Redação mostra momento em que ferido é socorrido

23/11/2018 19h46
Por: Redação
BU: baleado no Juparanã teria dito

Nós tivemos acesso aos detalhes, segundo a Polícia Militar, de como se deu a abordagem que resultou em uma pessoa baleada no bairro Juparanã, nesta sexta-feira (23).

Clique aqui e confira a primeira manchete sobre o fato.

Continua depois da publicidade

Também buscamos por informações sobre as consequências do disparo de pistola que atingiu Leonardo da Silva Oliveira, de 19 anos.

Um amigo da família disse que "Ele está bem", e que "a munição perfurou o tórax e o pulmão dele, mas já foi realizada cirurgia". Ainda segundo a fonte, a mãe do ferido está com ele no hospital.

Continua depois da publicidade

O que diz o BU

O Boletim Unificado 37848991, gerado na Avenida Presidente Castelo Branco, na escadaria da chamada Invasão do Juparaná, diz que militares a bordo da viatura 3387 teriam sido abordados por populares que denunciaram que dois indivíduos morenos, sendo um de camisa preta e outro de camisa vermelha, estariam traficando drogas no endereço citado acima.

Os militares, ao ouvirem os nomes e apelidos dos denunciados, segundo o BU, perceberam que um deles é conhecido dos policiais do 12º Batalhão, e mediante a voz de abordagem, um dos indivíduos tentou empreender fuga e virou a esquina. Ele aparentou se desfazer de algum objeto.

Continua depois da publicidade

Os dois indivíduos foram abordados e colocados em posição de abordagem para a busca pessoal.

Como a situação começou a se complicar

Continua depois da publicidade

O Boletim Unificado destaca que quando os militares se aproximaram de Leonardo, este teria ficado agressivo com a guarnição, e após a revista, quando um Soldado foi se comunicar com a Central a fim de realizar a consulta no sistema sobre os abordados, Leonardo teria voltado a ficar agressivo e teria dito que não tem medo de polícia e que "polícia também morre".

O BU destaca que os dois abordados possuem diversas passagens e foram presos diversas vezes pela PM. E ainda segundo o relato do BU, após dizer que não tem medo de polícia, que polícia também morre e que antes dele morrer ele mataria, Leonardo teria virado em direção ao soldado que estava com a arma na mão, e teria desferido  um soco acertando a altura do ombro do militar.

Em seguida, segundo a PM, o abordado teria segurado a arma do policial tentando tomá-la. Neste momento a arma disparou, o jovem soltou o policial, deu alguns passos e a guarnição percebeu que ele havia sido atingido pelo tiro.

O rapaz estava ferido na altura do tórax, e a guarnição pediu apoio, já que segundo o BU, o  local é de alta periculosidade. O Corpo de Bombeiros também foi chamado e Leonardo foi socorrido na própria viatura da Polícia Militar.e levado ao HGL.

O ferido ficou sob escolta policial, e a arma que efetuou o disparo, uma pistola ponto 40, foi entregue à Polícia  Civil, na 16ª Delegacia Regional, onde o Soldado prestou as devidas informações.. Antes de encerrar o BU, a PM cita que  não foi possível "arrecadar" testemunhas, e é justificou que devido ao intenso tráfico de drogas e a lei do silêncio.

Um vídeo enviado para a nossa Redação mostra o momento em que Leonardo está caído ao chão, e um grupo de pessoas o carrega até a viatura que o transportou ao HGL. Em respeito à mãe do jovem, o vídeo não será divulgado.

10 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias