Sábado, 22 de Janeiro de 2022
27 99808-4347
Polícia Agora na PC

Caso da cadela alvo de pedido de socorro em Linhares chega a Polícia Civil

Delegado Fabrício Lucindo disse que foram dados os primeiros passos para solução do caso.

14/01/2022 17h18
Por: Redação
Caso da cadela alvo de pedido de socorro em Linhares chega a Polícia Civil

A Polícia Civil de Linhares, conforme nos informou o delegado Fabrício Lucindo Lima na tarde desta sexta-feira (14), deu, segundo o próprio delegado definiu, “os primeiros passos para solucionar uma ocorrência de maus tratos de animais, registrada no dia 11 de janeiro de 2022”. O chefe da 16ª Delegacia Regional de Linhares (DRL), refere-se ao animal filmado no muro de uma varanda, por uma protetora, que pediu ajuda ao ver as condições de magreza que a cadela apresentava.

 

Continua depois da publicidade

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram

“Filmaram e fotografaram uma cadela com sinais de maus tratos, aparentemente desnutrida nas imagens e nos relatos. Hoje a Polícia Civil de Linhares conseguiu localizar os dois homens envolvidos na ocorrência e também a cadela; imediatamente, após a localização da cadela, encaminhamos para ser examinada por veterinários da Zoonoses de Linhares”, disse o delegado.

Continua depois da publicidade

E ele prosseguiu: “Ficou contatado que a cadela não sofreu agressões, não apresentava lesões, mas apresenta um pouco de desnutrição, e está se recuperando. Os dois envolvidos foram interrogados na delegacia e um homem de 24 anos disse que achou a cadela na rua, uns dias antes da ocorrência policial, ficou com pena do animal e a levou para sua casa”.

E ainda disse o delegado: “No dia da confusão, segundo os dois homens, um de 24 anos e outro de 42 anos, eles não estavam em casa, para explicar que eles estavam cuidando da cadela. Desesperados com a proporção que o caso tomou, resolveram sair da casa e levaram tudo para Sooretama, inclusive a cachorra”.

O delegado continuou: “Hoje se apresentaram e explicaram toda a história, na verdade, segundo eles, o homem de 24 anos pegou a cachorra na rua para cuidar da desnutrição dela e está fazendo isso, inclusive ela já apresenta melhoras no seu estado físico. Conforme as fotos tiradas hoje. A investigação irá prosseguir para confirmar a história contada pelos dois homens, se ficar comprovado que foi um equívoco da comunidade, iremos solicitar o arquivamento do inquérito policial”, concluiu.

Continua depois da publicidade

Nota do Eu Vi em Linhares: Continuamos não citando nomes, e nem endereços.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias