Sábado, 22 de Janeiro de 2022
27 99808-4347
Geral Solidariedade

“Ajudar, não tem preço. Nem que seja com lembrancinha”, diz motoboy voluntário de Linhares

Ele e outros integrantes de grupo de voluntários acordaram cedo para a missão.

25/12/2021 07h16
Por: Redação
 “Ajudar, não tem preço. Nem que seja com lembrancinha”, diz motoboy voluntário de Linhares

“Vamos só mesmo esperar a turma acordar, para começarmos a distribuição. Por alguns dias juntamos o que conseguimos, separamos tudo, e as lembrancinhas serão entregues hoje. A criançada ainda está dormindo, mas logo sairemos para a entrega que organizamos”. Assim explicou um leitor, integrante do Grupo Família Motoboy de Linhares, já conhecido pelas ações solidárias organizadas para ajudar o próximo em Linhares. E neste 25 de dezembro não é diferente: Eles conseguiram 1.500 lembrancinhas para entregar às crianças em duas comunidades carentes do Município. Daí o motivo desse sorrisão no rosto de cada um da foto.

 

Continua depois da publicidade

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram

E eles acordaram bastante cedo, mas as entregas convencionais, conforme explicou o integrante que nos enviou a foto em destaque, darão lugar à ação social, no Residencial Rio Doce, bairro Aviso, e depois no Pó do Shell, aonde a família sofreram perdas nas últimas chuvas. “É simples fazer o bem. Vamos sair e entregar caminhando até a última lembrancinha e ver mais de 1500 sorrisos. Ajudar, tem preço não. Nem que seja com uma lembrancinha!”, concluiu ele.

Continua depois da publicidade
2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias