Terça, 25 de Janeiro de 2022
27 99808-4347
Geral Muita chuva

Linharense fala de 3 óbitos, sendo 2 crianças, durante deslizamento em Itamaraju

Ele disse que desde a madrugada equipes da Prefeitura atuam, e que 6 escolas estão lotadas de desalojados e desabrigados. Nosso correspondente mora por lá há 30 anos.

08/12/2021 19h26
Por: Redação
Linharense fala de 3 óbitos, sendo 2 crianças, durante deslizamento em Itamaraju

Muitos leitores compartilharam e alguns nos enviaram vídeos mostrando um verdadeiro caos nesta quarta-feira (8) em Itamaraju, Sul da Bahia, onde moram muitas pessoas que já residiram e mantêm fortes vínculos em Linhares e em Jacupemba, Aracruz. Entre os linharenses está Edson Oss, que há 30 anos reside naquele Município, e confirmou que é triste a situação, “por conta de vidas perdidas e pessoas que perderam tudo”. De acordo com Edson, que atua no Primeiro Escalão da Prefeitura de Itamaraju, seis escolas estão cheias de pessoas que perderam suas casas. Até o momento, conforme informou ao Eu Vi em Linhares, uma família perdeu três integrantes, sendo um jovem e duas crianças, sobrinhas desse jovem.

 

Continua depois da publicidade

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram

Já estava escurecendo quando Léo, como é conhecido, nos contou a situação na cidade. “Desde as primeiras horas da madrugada que estamos enfrentando esse dia catastrófico. Os itamarajuenses sofrem as consequências da força da natureza, moro aqui há 30 anos e nunca vi isso. A chuva começou por volta de 2h da madrugada e não parou até agora. As regiões próximas ao Rio Jucuruçu foram todas atingidas, muitas famílias perderam tudo, e a dor maior é por esta que perdeu três pessoas”, conta ele.

Continua depois da publicidade

Os óbitos - Morreram no deslizamento um jovem de prenome Ediel, de 26 anos, uma garotinha de 4 anos identificada como Ana Cecília, e Cícero, de 9, irmão dela. A situação da chuva também atinge Eunápolis, Teixeira de Freitas, Prado e Porto Seguro.

Em Itamaraju, os 78 mil habitantes são unânimes na dor, afirma o secretário, e equipes da Prefeitura trabalham sem parar com a Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e outros profissionais do setor. Os habitantes são divididos em dois locais conhecidos como Cidade Alta e Cidade Baixa, e o segundo está completamente alagado. “Existe uma resistência muito grande por parte das pessoas em deixarem suas casas, e essa atitude é compreensivo. As famílias são alojadas nas escolas e o que podemos fazer para salvar o que a chuva deixou, fazemos”, contou.

“O prejuízo maior é no emocional, na dor. Pedimos ao bom Deus que cesse essa situação seja controlada. O lado humano por parte até mesmo de quem perdeu tudo e tenta consolar o outro, emociona. Estamos juntos e tenho certeza que vamos conseguir atravessar esse momento difícil.”, concluiu.

Continua depois da publicidade

BR-101 – Na Rodovia BR-101 o trânsito ficou complicado por conta de deslizamentos, e quando o secretário nos enviou as informações, equipes da Prefeitura estavam atuando para desobstruir as pistas, e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) ajudava na manutenção da ordem. Estradas dentro da cidade, estavam com acessos vetados. Veja abaixo fotos da situação, e depois vídeo de uma rua onde Léo estava quando nos enviou as informações:

Continua depois da publicidade
3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias