Quarta, 08 de Dezembro de 2021
27 99808-4347
Polícia No Bº Interlagos

Briga de namoradas vira caso de polícia, e uma delas precisou ser atendida no HGL

Foi no Interlagos, e a vítima precisou sair do local e buscar amparo de amigos no BNH, onde acionou o 190.

29/10/2021 15h04
Por: Redação
Briga de namoradas vira caso de polícia, e uma delas precisou ser atendida no HGL

Uma ocorrência atendida pela Polícia Militar na noite desta quinta-feira (28), destaca um endereço no bairro Interlagos e outro no BNH, e traz como vítima de agressão física uma mulher de 29 anos. Ela precisou de atendimento médico, e o fato aconteceu durante uma briga entre a vítima, a namorada dela com intromissão de terceiros.

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram

Continua depois da publicidade

O fato resultou no atendimento a duas ocorrências, na primeira, duas guarnições a bordo das viaturas 4454 e 4184, foram a Rua Bartolomeu Bueno da Silva, no bairro interlagos, onde, conforme consta no relatório, a solicitante, teria sido agredida fisicamente por sua namorada e alguns parentes. No local os militares foram informados que houve discussão, mas que já teriam resolvido tudo antes da chegada da polícia. O atendimento foi encerrado, mas alguns minutos depois, ocorreu nova solicitação.

Cita o relatório que a vítima estava amparada por amigos, aguardando uma viatura policial para registrar os fatos ocorridos no bairro interlagos, pois teria saído do local antes da chegada da PM para proteger sua integridade física. Ela explicou que houve uma discussão dela com sua namorada, e quando elas entraram em vias de fato, passou a ser agredida também por dois indivíduos.

Continua depois da publicidade

A vítima apresentava inchaço no rosto e dores nos braços e pernas, decorrentes de socos e chutes desferidos pelos seus agressores. Ainda de acordo com o relatório, devido ao grande inchaço na cabeça, os próprios policiais socorreram a mulher agredida até o Hospital Geral de Linhares (HGL) para atendimento médico.

Depois a guarnição seguiu até o local onde ocorreu o fato, mas as pessoas apontadas pela vítima como sendo seus agressores não estavam no local. A vítima foi orientada a procurar a 16ª Delegacia Regional para seguir com a representação.

4 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias