Quarta, 01 de Dezembro de 2021
27 99808-4347
Geral De chorar

Vídeo e fotos: Égua agoniza há mais de uma semana em área aberta em Linhares

Moradores nos procuraram para ajudar o animal. Zoonoses respondeu.

01/10/2021 08h44 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
Vídeo e fotos: Égua agoniza há mais de uma semana em área aberta em Linhares

A primeira sexta-feira (1º) de outubro começa com a triste cena, em uma área aberta que fica em Bebedouro, no outro lado da Ponte Joaquim Calmon, em Linhares. Um animal, mais precisamente uma égua, conforme uma moradora explicou, está caído e agoniza há mais de uma semana. A leitora se emocionou e estava com a voz em tom desesperador quando buscou ajuda aqui no Au Au Miau do Site Eu Vi em Linhares.

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram

Continua depois da publicidade

Nós apuramos o fato, primeiro pedindo mais detalhes à leitora, que reside em frente ao local. “É muito triste, a população coloca água e capim, mas ela tá muito fraca, pelo amor de Deus nos ajude, pois os urubus tão comendo a bichinha viva. Já tentei contato com o Zoonoses e não consegui, o telefone chama, mas ninguém atende”, relata a mulher.

Perguntamos exatamente onde fica a área, e a mulher disse que é na Rua José Joaquim dos Santos. “Quem passa fica olhando e pergunta se ela está morta. O Site Eu Vi em Linhares já publicou muitas matérias daqui desse local, e aqui teve um assassinato recente”, acrescenta a leitora.

Continua depois da publicidade

Um morador que também nos procurou, disse que o dono da égua é morador do bairro, e que há 15 dias ele teria levado a égua para pastar. “Quando ele trouxe ela para cá, ela andava e estava até forte, mas ela foi decaindo ao decorrer do tempo. Deveria estar doente já. Os moradores temem que essa égua morra aqui, e como ninguém fez nada até agora, depois de morta é que não farão mesmo”, informou ele.

O que diz o Centro de Controle de Zoonoses – Nós procuramos o Centro de Controle de Zoonoses de Linhares, repartição pública que logo nos vem à mente para procurar em situações assim, e fomos informados que o caso é de conhecimento do setor, mas que “o Zoonoses não tem responsabilidade com essa situação”.

A pessoa que atendeu a ligação disse que a situação “não está dentro das endemias” e pediu que entrássemos em contato com o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo, Idaf, onde a nossa ligação não foi atendida. O espaço está aberto à parte citada: 27 99808-4347.

Continua depois da publicidade

Veja abaixo o vídeo que a moradora nos enviou, disse que foi feito na manhã de hoje (1º). Observe que o animal ainda respira.

Continua depois da publicidade
14 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias