Sábado, 18 de Setembro de 2021
27 99808-4347
Geral Brincadeira perigosa

Vídeo: Estudantes ateiam fogo em cadeira usando álcool para esterilizar mãos em escola de Linhares

Vídeos chegaram a nossa Redação na tarde desta terça (27), mesmo dia que aconteceu o fato, segundo a denúncia.

27/07/2021 18h44 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
Vídeo: Estudantes ateiam fogo em cadeira usando álcool para esterilizar mãos em escola de Linhares

Um ocorrido dentro de uma das salas de aula da Escola Polivalente de Linhares 1, no Bairro Novo Horizonte, deixou indignada uma pessoa que procurou a nossa Redação e enviou três vídeos, conforme informou, feitos no turno vespertino desta terça-feira (27). As imagens destacam o uso de álcool disponibilizado para os estudantes esterilizarem as mãos neste período de pandemia; e mostram momentos de perigo para quem está no local, pois o fogo também se destaca na “brincadeira”. A nossa fonte considerou:  “Além de nenhum cuidado para com as cadeiras usadas por eles mesmos, poderiam ter provocado um incêndio. É um verdadeiro absurdo”.

Clique aqui e siga o Eu Vi em Linhares no Instagram

Continua depois da publicidade

O fogo, conforme nos informou o leitor, foi ateado com isqueiro, objeto que não pode ser levado para a escola, mas que “os alunos dão um jeitinho”. As imagens enviadas para a nossa Redação foram reduzidas (vídeo abaixo), para preservar a identidade dos adolescentes. “Aconteceu quando a professora não estava na sala. Esse álcool fica com os professores, mas alguns não levam. Essa medida foi tomada após ter acontecido a mesma coisa em uma sala no turno da manhã”, afirmou o internauta.

E ele continuou: “Colocaram em risco a vida de outras pessoas, e esse vídeo foi feito hoje pelos alunos que gravaram achando graça do que eles estavam fazendo, e isso aconteceu por volta das 14:43. Enquanto muita gente não tem onde  estudar, eles fazem isso com o patrimônio público”, comentou.

Continua depois da publicidade

Perguntamos como o leitor teve acesso às imagens, e ele disse que “estava no status do Whatsaap”, mas não detalhou de quem. Nos demais vídeos que recebemos, tem a sequência do aluno apagando o fogo com as próprias mãos; e outra adolescente também ateando fogo após borrifar álcool tanto na cadeira quanto no suporte/mesa.

Nós procuramos a escola e explicamos o motivo do contato. Enquanto aguardávamos para falar com a pessoa que seria a responsável pelo atendimento, ouvimos comentários no ambiente sobre a situação, com alerta de que alguém havia enviado os vídeos.

Em seguida fomos informados de que a Diretora não se encontrava, e que apenas ela poderia falar sobre o ocorrido. Pedimos o contato dela, mas após um curto espaço de tempo, a ligação ficou muda. Contudo, o espaço está aberto caso a escola queira se manifestar: 27 99808-4347. Veja abaixo parte de um dos vídeos enviados para a nossa Redação:

Continua depois da publicidade

20 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias