Quinta, 17 de Junho de 2021
27 99808-4347
Saúde E a variante?

ES vai receber 10 pacientes com covid-19 do Mato Grosso do Sul nos próximos dias

A transferência já está autorizada para começar a qualquer momento.

02/06/2021 20h20
Por: Redação
ES vai receber 10 pacientes com covid-19 do Mato Grosso do Sul nos próximos dias

O Espírito Santo receberá, nos próximos dias, dez pacientes do Mato Grosso do Sul, internados com covid-19. A confirmação foi feita pela Secretaria de Saúde do Estado da região Centro-Oeste do país. Segundo a secretaria, a transferência desses dez pacientes já está autorizada e pode começar a ser feita ainda nesta quarta-feira (02). 

Ainda de acordo com a pasta, a questão do transporte dos pacientes depende da disponibilidade da aeronave, que pertence ao Estado do Mato Grosso do Sul e só transporta um paciente por vez. Por meio de nota, a secretaria informou que ainda não há definições de quais pacientes irão, localidade ou horário dos voos.

Continua depois da publicidade

A produção  também entrou em contato com a Secretaria de Saúde do Espírito Santo, mas, até o fim da tarde, não houve retorno sobre a chegada dos pacientes.

O anúncio de que o Espírito Santo havia se disponibilizado para receber pacientes do Mato Grosso do Sul, infectados pelo coronavírus, foi feito pelo secretário de Saúde local, Geraldo Resende, em uma live nesta quarta-feira. 

Continua depois da publicidade

Segundo ele, outros estados brasileiros, como Rondônia, também se prontificaram a acolher esses pacientes em leitos de UTI. O estado do Norte do país também recebeu dez pacientes sul-mato-grossenses. “Aceitamos a oferta de Rondônia e vamos aceitar também a ajuda humanitária que nos foi oferecida pelo Estado do Espírito Santo”, afirmou Resende.

O Estado do Mato Grosso tem sofrido com uma forte pressão em seu sistema de saúde, em função da falta de leitos para abrigar os pacientes que desenvolvem a forma grave da covid-19. Segundo dados da Secretaria de Saúde local, atualmente 1.307 pacientes estão internados na rede hospitalar, sendo 759 em leitos clínicos (583 públicos e 176 privados) e 548 em leitos de UTI (417 públicos e 131 privados). 

Na terça-feira (01), segundo a secretaria, a situação era ainda mais grave e foi registrado recorde na ocupação hospitalar, que só diminuiu de um dia para o outro em função das mortes registradas. Ainda segundo a secretaria, a lista de espera por um leito, no sistema de regulação de Mato Grosso do Sul, é de 278 pessoas.

Continua depois da publicidade

Transferências para o ES

Não é a primeira vez que o Espírito Santo receberá pacientes de outros estados, para tratamento da covid-19. Entre os dias 21 de janeiro e 9 de março, o estado recebeu 81 pacientes transferidos do Amazonas, Rondônia e Santa Catarina. O acolhimento a esses pacientes aconteceu em detrimento da situação de grave crise sanitária nos estados, com registros de falta de oxigênio aos pacientes e também necessidade de leitos.

Continua depois da publicidade

Todos os 81 pacientes permaneceram sob os cuidados dos profissionais do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, e ficaram em leitos de isolamento. Com a alta hospitalar da paciente Ivanir Terezinha de Almeira, de Santa Catarina, no dia 1º de maio, zerou o número de paciente de outros estados internados na unidade. Ao longo desse período, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), foram 53 altas hospitalares e 28 óbitos.

O primeiro estado que transferiu pacientes com covid-19 para o Espírito Santo foi o Amazonas, com 36 pacientes. Rondônia encaminhou 40 pacientes para solo capixaba em fevereiro. Já Santa Catarina transferiu cinco pacientes em março .

Março foi o último mês que o Espírito Santo recebeu pacientes de outros estados. Depois o governo reavaliou a situação de leitos de UTI e suspendeu as transferências. (Com informações do Folha Vitória)

7 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias