Quarta, 12 de Maio de 2021
27 99808-4347
Geral Pode isso?

Pandemia: "Vejam só a aglomeração", diz leitora ao enviar fotos de praça

Ela teve 3 casos de Covid-19 na família, e lembra as UTIs cheias em Linhares.

12/04/2021 20h21
Por: Redação
Pandemia:

Praça Santo Rigoni, bairro Juparanã, início de noite de segunda-feira (12), feriado no Espírito Santo. Uma moradora não se conforma com o que vê: “Tem adultos, crianças, idosos, jovens. Ninguém se preocupando com o coronavírus. As pessoas estão aglomeradas e sem máscara”, disse a leitora.

E não pense que a cena foi observada somente na noite desta segunda: “Todos os dias a praça está cheia, são dezenas de pessoas, e isso vai até por volta das 21h. Três pessoas na minha família enfrentaram, e, graças a Deus, venceram a Covid. Sei que não se pode aglomerar e que temos que usar máscara e manter distância, mas as pessoas não colaboram. UTIs cheias, e as pessoas não têm noção. Como a pandemia vai acabar assim?”, questionou a leitora.

Continua depois da publicidade

Nós buscamos junto à Prefeitura de Linhares, o que vem sendo feito para que cenas vistas, fotografas e relatas pela leitora acima deixem de acontecer, pois Linhas está no Risco Extremo no Mapa de Gestão Covid-19. Confira a resposta abaixo:

“Desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Prefeitura de Linhares pede aos linharenses a colaboração, a consciência e o amor ao próximo, sobretudo, que entendam que o momento é grave e delicado, e depende do esforço coletivo para diminuir a transmissão do novo coronavírus.

Continua depois da publicidade

Para conscientizar os cidadãos, o Município utiliza carros de som para alertar a população sobre o cenário de Risco Extremo, ressaltando a importância de se cumprir as medidas restritivas para inibir a propagação do vírus, tais como uso de máscaras, a higienização das mãos; e evitar a permanência em espaços públicos e quaisquer tipos de aglomerações.

Nossas equipes de fiscalização atuam e prestam apoio às forças policiais como a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros nesta árdua tarefa de conter este tipo de comportamento. Os canais de denúncia são: 190 (Polícia Militar), 193 (Corpo de Bombeiros) e 153 (Guarda Municipal)”.

25 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias