Terça, 15 de Junho de 2021
27 99808-4347
Dólar comercial R$ 5,04 -0.55%
Euro R$ 6,11 -0.52%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.58%
Bitcoin R$ 213.819,83 +0.012%
Bovespa 130.091,08 pontos -0.09%
Economia Complicou

SETPES se posiciona sobre suspensão do transporte público na pandemia

E o posicionamento acendeu uma luz, literalmente, vermelha.

26/03/2021 12h46
Por: Redação
SETPES se posiciona sobre suspensão do transporte público na pandemia

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Espírito Santo – SETPES, se posicionou nesta sexta-feira (26) sobre a medida relativa às novas medidas de enfrentamento para evitar a transmissão do novo coronavirus, e o posicionamento acende uma luz vermelha. Confira abaixo a íntegra da publicação:

"Por meio do Decreto nº 4.848-R/2021 publicado na edição de hoje (26/03/2021) do Diário Oficial, o Estado do Espírito Santo institui medidas mais restritivas às atividades econômicas e sociais com vistas ao enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da Pandemia da COVID-19.

Continua depois da publicidade

À exceção das atividades consideradas essenciais pelo decreto, todas as demais atividades econômicas no Estado estarão suspensas do dia 28 de março ao dia 04 de abril deste ano de 2021, inclusive os serviços de transporte público metropolitano (TRANSCOL), transporte coletivo rodoviário intermunicipal, interestadual e o transporte coletivo municipal de passageiros.

A situação da saúde pública é gravíssima com o quase esgotamento dos leitos públicos e privados à disposição para o tratamento dos pacientes infectados com o novo coronavírus e de fato justificam a adoção de medidas mais restritivas em relação à mobilidade das pessoas.

Continua depois da publicidade

Todavia também é fato que o transporte público de passageiros em todos os seus modais encontra-se à beira da falência, agonizando com a brutal perda de demanda e de receita que se acirrou com o início da Pandemia. Atualmente o serviço público de transporte de passageiros é ofertado à custa exclusivamente do endividamento das empresas que o operam, uma vez que a receita arrecadada não cobre os custos da operação. A situação do transporte público é dramática é requer a imediata adoção de medidas governamentais em socorro a esse essencial serviço público.

Cientes da imperiosa necessidade de apoiarem as medidas governamentais editadas e que o momento delicado em vivemos demanda o esforço de todos, sem exceções, as empresas operadoras do serviço público de transporte aguardam e confiam que as medidas de salvaguarda a esse essencial serviço já solicitadas ao Governo do Estado sejam imediatamente adotadas sob pena de assistirmos ao iminente colapso do transporte coletivo.

 

Continua depois da publicidade

Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Espírito Santo - SETPES".

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias