Domingo, 28 de Fevereiro de 2021
27 99808-4347
Política Dinheirama pública

2020: Câmara de Linhares gastou mais de R$ 9 milhões só com folha de pagamento

Dos atuais 17 vereadores, apenas 4 conseguiram a reeleição.

19/01/2021 07h30 Atualizada há 1 mês
Por: Redação
2020: Câmara de Linhares gastou mais de R$ 9 milhões só com folha de pagamento

Exatos R$ 9.241.907,24. Isso mesmo: Quase R$ 10 milhões de Reais foram gastos para pagar servidores da Câmara Municipal de Linhares de janeiro a dezembro de 2020. Em uma iniciativa inédita na chamada Casa de Leis, até líderes comunitários ficaram surpresos com o ato de transparência adotado pela atual gestão já na primeira quinzena de 2021, quando o Legislativo passa a atuar com 17 e não mais 13 edis, sendo que apenas 4 desses 13 conseguiram se reeleger. “Nunca vi isso em Linhares não, e espero que seja assim até dezembro de 2024”, comentou um morador do bairro Movelar.

Distribuição - Na divulgação feita nesta segunda-feira (18), o custo total da folha em 2020 foi distribuído da seguinte forma: R$ 8.827.862,78 para salários; R$ 239.692,06 para horas extras; R$ 148.669,92 de adicional; e R$ 102.143,87 de gratificações.

O relatório destaca: “A média da folha de pagamento gira em torno de R$ 720 mil mensais, todavia, o poder público é muito mais exigido em métodos, processos e prestações de contas do que a inciativa privada. Com apoio dos demais vereadores vamos racionalizar o uso dos recursos, inclusive humanos para que possamos extrair o máximo de resultados da estrutura. Sendo assim, eliminaremos regalias e proporcionaremos benefícios justos e compatíveis com as contribuições dadas”.

A palavra “estrutura” substitui o que o povo chama de “vasculhar” o que é feito e passar o que acontece com o dinheiro público que mantém a Câmara Municipal funcionando. “Os esforços são para identificar as lacunas dentro da gestão. Não estamos numa caça às bruxas, nem com intuito de desmerecer gestões anteriores. O futuro construímos juntos todos os dias.”, encabeça o levantamento após o título “Objetivo do diagnostico”.

“Identificar os pontos críticos relacionados à gestão dos recursos da Câmara Municipal de Linhares, uma vez que não houve processo de transição da gestão anterior para gestão atual” aparece na chamada primeira mão.

Depois, o levantamento lista: Identificar a estrutura da folha de pagamentos; Identificar o estado da estrutura física do prédio; Identificar o estado e funcionalidade da Tecnologia da Informação; Identificar questões administrativas que impeçam a aplicação dos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade.

11 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias