Domingo, 13 de Junho de 2021
27 99808-4347
Saúde Vacina

MP: Secretários municipais de Saúde serão acionados para que preparem vacinação contra Covid-19

Plano de ação deve se basear nas diretrizes nacionais do Ministério da Saúde.

15/01/2021 21h26
Por: Redação
MP: Secretários municipais de Saúde serão acionados para que preparem vacinação contra Covid-19

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do 3º promotor de Justiça da Promotoria de Justiça Cível de Vitória, notificou o Colegiado de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS-ES) para que os municípios se preparem para vacinar a população capixaba.

Leia também - Ufa! Linhares não muda de cor no 40º Mapa de Risco Covid-19, mas aglomerações também continuam

Continua depois da publicidade

 

O órgão deverá comunicar aos responsáveis pelas pastas de Saúde dos municípios a necessidade de desenvolverem imediatamente um plano de ação para a imunização contra a Covid-19, com base nas diretrizes nacionais do Ministério da Saúde.

Continua depois da publicidade

A Notificação Recomendatória (NR) informa que as Secretarias de Saúde municipais deverão adotar uma série de providências administrativas para garantir a vida e a saúde dos públicos prioritários e dos profissionais envolvidos no processo de vacinação. Explicita também que a vacinação deve ocorrer, preferencialmente, em locais amplos e ventilados que garantam o distanciamento entre pessoas. A entrada para o local de vacinação também deve ser monitorada. Os municípios precisam evitar que as pessoas tenham contato próximo.

A notificação também destaca a importância da garantia do fornecimento dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para todos aqueles que venham a trabalhar na vacinação. As Secretarias de Saúde devem disponibilizar os materiais como medida de precaução padrão contra a Covid-19. Também deve haver fiscalização ininterrupta, dentro e fora dos locais de imunização, em relação à utilização da máscara por todos, inclusive no momento da aplicação da vacina.

Os locais destinados à vacinação dos grupos prioritários devem contar com a divulgação dos Decretos e Portarias do Governo do Estado e do próprio município para o enfrentamento à pandemia. Essas orientações deverão esclarecer as proibições, suspensões e regulamentações que já existem no Estado, tanto em relação à importância do uso da máscara quanto à necessidade do distanciamento. (Por Ministério Público do Estado do Espírito Santo).

Continua depois da publicidade
1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias