Quinta, 17 de Junho de 2021
27 99808-4347
Política Falo mesmo

Eleição para presidente: Câmara precisa ser independente do Executivo, diz linharense

Ele disse que vive o que prega, e fez declarações interessantes.

12/12/2020 19h36
Por: Redação
Eleição para presidente: Câmara precisa ser independente do Executivo, diz linharense

Caso você participe das redes sociais, se ainda não “encontrou” certamente encontrará postagens de Gustavo Dalvi sobre assuntos diversos. Ele comemorou, por exemplo, o veto do STF à possibilidade de Maia e Alcolumbre serem reeleitos para presidir a Câmara e Senado: “Mantém o que já estava escrito. Ufa, que alívio. Por uma nova política!”.

E na tarde deste sábado (12), Gustavo Dalvi, que também traz no sobrenome “Paraíso”, e é filho de Ana Paraiso Dalvi, integrante do primeiro escalação do prefeito reeleito Guerino Luiz Zanon, expôs uma postagem que “bate em cheio” com o momento da polêmica sobre a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Linhares.

Continua depois da publicidade

Mostrando total liberdade de expressão, ele postou: “Uma reflexão para encerrar a semana: A Constituição Federal diz que os Poderes têm que ser independentes. Estamos prestes a ter eleição na Câmara de Linhares. Essa independência não significa que precisem ficar brigando um com outro, mas é muito, aliás, muitíssimo importante”.

Diante da postagem, procuramos por Gustavo para ele falar mais sobre o assunto, e de cara adiantou: “Que bom que atraiu a atenção da imprensa. É um momento importante e espero que o novo presidente da Câmara Municipal de Linhares seja transparente, honesto e que a Câmara seja independente do Executivo, mas trabalhando em harmonia no que for de interesse da população. Não com interesse próprio”, ampliou.

Continua depois da publicidade

Deixando claro que a Câmara tem que ser independente do Executivo, ele lembrou que a maioria dos vereadores não conseguiu a reeleição, e também disse que trabalhou pela chamada renovação no Legislativo de Linhares. “Renovação é sempre importante na política, e nesse trabalho notei velhas práticas como boca de urna e compra de votos, e muitas pessoas indecisas e descrentes com os políticos”, disse ele. Perguntamos o que ele fez mediante a situação, e a resposta veio na ponta da língua: “Informei à quem deveria ser informado”.

Prestes a completar 47 anos (dia 23 desse mês) e atualmente Oficial de Justiça do TJ/ES, ele também é Perito Judicial Contábil e foi contador por mais de 20 anos. Casado e pai de duas filhas, Gustavo disse que nasceu em Linhares e que nunca disputou cargo político.

Ele também não se disse incomodado em fazer as declarações nas redes sociais, sendo filho de Ana Paraiso Dalvi. “Vivo o que prego”, resumiu, e ainda mandou fotos em que aparece com a mãe, a esposa e as filhas. “Pode publicar se quiser, pois preso muito minha família”.

Continua depois da publicidade

Para concluir, ele voltou a falar de renovação, disse que “a renovação com responsabilidade é sempre saudável para a administração pública, são novas ideias, nova visão da necessidade da população. Temos bons nomes que podem ser presidente da Câmara de Linhares”, finalizou.

9 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias