Terça, 19 de Janeiro de 2021
27 99808-4347
Política Nem precisa gasolina

Eleições 2020: Candidata faz carreatinha pelos bairros de Linhares

Ela pede que eleitor investigue antes de votar.

04/11/2020 18h18
Por: Redação
Eleições 2020: Candidata faz carreatinha pelos bairros de Linhares

Na reta final para conseguir votos e passar no teste das urnas rumo a uma cadeira na Câmara de Vereadores de Linhares, candidatos e candidatas têm se desdobrado nesses tempos de pandemia. Uns aproveitam ocasiões factuais de alagamentos, ocorrências policiais (Até manchetes do Site Eu Vi em Linhares não escapam das investidas) e fazem vídeos para divulgação nas redes sociais, outros fazem carreatas e saem em busca de votos com veículos adesivados, fogos, manifestações em carro de som.

Mas uma candidata teve uma ideia diferente: Ela sai pelos bairros puxando carros adesivados e tudo que tem direito, porém, à pé. É que todos os veículos são de brinquedo. “Ela disse que não tem dinheiro para pagar gasolina, e eu até gostei da ideia”, disse uma moradora do bairro Nova Esperança, alvo da carreatinha nesta terça-feira (3).

E no Nova Esperança, a cena na ciclovia chamou a atenção. Uma criança, conforme mostram vídeos enviados à nossa Redação, faz perguntas à candidata, que com toda simpatia diz que é do bairro Palmital, e atende a menina explicando que trata-se de uma carreata do bem, sem poluição.

Firme nas palavras, a mulher pede que os eleitores investiguem os candidatos antes de votar, para saber de fato quem eles querem que representem o povo no Legislativo e Executivo. “Vamos votar certo esse ano, pessoal”, diz ela.

E os carrinhos de brinquedo devidamente adesivados e atados com uma linha, puxados pela candidata, foram vistos nas ruas, ou melhor, nas calçadas movimentadas do centro de Linhares nesta quarta-feira (4). Um garotinho, encantado com a ideia, parou e esperou um a um os carrinhos passarem na calçada de uma das quadras da Avenida Nogueira da Gama.

A mulher conta com auxiliares para desvirar os carrinhos sempre que necessário, e evitar “acidentes”, enquanto a candidata leva a ideia do que pensa sobre a eleição, sempre pedindo que a pessoa “investigue” quem está na disputa antes de ir na urna votar. E lá vai ela, puxando os veículos atados na linha.

28 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias