Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
27 99808-4347
Política Nada de lives

Proibição de livemícios: Pre-candidato de Linhares diz que artista local já teria acertado com político

Segundo ele, o cantor usaria camiseta, boné e até cantaria jingle na abertura.

29/08/2020 11h11
Por: Redação
Proibição de livemícios: Pre-candidato de Linhares diz que artista local já teria acertado com político

Se você pretende uma vaga em alguma Câmara Municipal, ou pleiteia outro cargo nas eleições 2020, e viu nas lives uma oportunidade para conseguir votos, pode esquecer. É que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibiu nesta sexta-feira (28) a realização dos chamados “livemícios”.

Os eventos virtuais para divulgar candidaturas estavam sendo estudados por partidos como alternativa para as campanhas deste ano, instigados pela pandemia do coronavírus, que veta a aglomeração de pessoas.

Em parecer, o Ministério Público Eleitoral foi contra a realização desse tipo de evento. Segundo o vice-procurador eleitoral Renato Brill de Góes, o objetivo da lei foi devolver o debate político para o centro das campanhas e evitar a vinculação entre candidatos e artistas como forma de captar a atenção do eleitorado. O procurador ressaltou que artistas podem fazer campanha como os demais cidadãos.

Em Linhares, conforme afirmou um pré-candidato às eleições proporcionais, “um artista que pagou por conhecimento virtual” teria, inclusive, “já acertado tudo” para a realização de lives “com música, uso de camiseta, boné e até aquelas musiquinhas (Jingle) de um político na abertura”.

O pretenso candidato elogiou a iniciativa do Ministério Público Eleitoral em proibir as “livemícios”.

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias