À luz do dia

Funcionário de empresa que presta serviço para a PML é morto a tiros no São José

Moradores ouviram cerca de 10 tiros.

20/03/2020 13h42Atualizado há 3 semanas
Por: Redação

A violência ao extremo e à luz do dia, em Linhares. Um homem foi morto a tiros, na via principal do bairro São José, no início da tarde desta sexta-feira (20). Uma testemunha disse que ouviu cerca de 10 disparos de arma de fogo, e depois, o "cantar de pneus" de um carro.

Ainda de acordo com a testemunha, a vítima, que trabalhava no momento do crime e que estava com uniforme e estaria atuando para uma empresa que presta serviços para a  Prefeitura de Linhares, seria um morador da região. Ela acrescentou que quem matou fugiu de carro.

Um vídeo enviado para a nossa Redação mostra uma jovem desesperada, e em seguida uma mulher, que seria mãe dela, em situação também de desespero, ambas vindas do interior da área que foi isolada pela Polícias Militar. Oficialmente, não foi divulgado o nome da vítima, cujo corpo estava ao lado de uma máquina, usada no trabalho dele..Nós estamos cobrindo o fato e voltaremos com mais informações. Atualização abaixo:

Atualizada às 14h46 - A vítima foi identificada como Franco Charlles Xavier Barbosa, de 42 anos. Ele foi atingido por seis disparos de arma de fogo, e o assassino (ou assassinos) estava em um Ford Ka prata. O delegado Tiago Cavalcante, da DHPP de Linhares, disse à sociedade linharense,  em resposta aos dois homicídios registrados em Linhares (um na noite de ontem e outro no início da tarde de hoje) e também a uma tentativa: "Gostaria de informar que a Polícia Civil tá na rua, e não é corona vírus que vai assustar a gente não, os dois homicídios e a tentativa já foram solucionados, já temos identificação dos autores e estamos indo pra cima".

24comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários