Domingo, 01 de Agosto de 2021
27 99808-4347
Saúde Alerta

Prática de exercícios físicos apenas no verão pode trazer riscos à saúde

Ataque cardíaco fulminante é a principal causa de morte durante a atividade física para os atletas de verão.

26/02/2020 21h10
Por: Redação
Prática de exercícios físicos apenas no verão pode trazer riscos à saúde

Quem deseja começar uma atividade física nessa época do ano em busca do corpo perfeito, deve ter atenção redobrada devido as altas temperaturas. Alerta é o médico cardiologista Dr. Patrick Pertel Capato

Nessa época do ano, com as altas temperaturas predominando, é comum começar uma corrida em busca do corpo perfeito do dia para noite. A corrida atrás do prejuízo, os chamados “atletas de verão”, entretanto, requer cuidados com a saúde. O alerta é do médico cardiologista Patrick Pertel Capato.

Continua depois da publicidade

O médico explica que para começar a praticar um esporte com intensidade só nessa época do ano é preciso atenção redobrada devido ao forte calor. “Em dias de altas temperaturas, o organismo e o coração precisam fazer muito esforço para se manter funcionando adequadamente.  Este esforço frequente, e de início repentino, deve ter acompanhamento médico, uma vez que pode levar ao desenvolvimento de problemas cardíacos e até morte súbita”, esclarece.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, o ataque cardíaco fulminante é a principal causa de morte durante a atividade física para os atletas de verão. Segundo o cardiologista isso acontece pelo aumento do consumo de energia por um coração que não está preparado para isto.

Continua depois da publicidade

E o especialista prossegue: “Com essa sobrecarga ao coração, associada à perda de líquido, o sangue tende a ficar mais viscoso, os vasos sanguíneos ‘se fecham’ para elevar a pressão arterial e mantê-la dentro do ideal, acelerando assim os batimentos do coração, para compensar a necessidade maior de energia. Essa maior viscosidade do sangue, associada a uma elevação da pressão arterial, pode favorecer a formação de coágulos sobre pequenas placas de colesterol que já estejam presentes nas artérias coronárias, vasos que irrigam o coração, gerando o infarto agudo do miocárdio”, relata Patrick.

Pessoas com histórico de doenças cardíacas na família correm mais riscos
O médico explica ainda que pessoas com história familiar de doenças cardíacas, ou portadoras de um ou mais fatores de risco cardiovascular, como: hipertensão, obesidade, tabagismo, colesterol alto, entre outros), não devem fazer exercícios físicos sem uma avaliação médica prévia. “Os riscos ao coração nesses casos tendem a ser significativamente mais altos”, disse ele.

Prática de atividades físicas com segurança
Patrick diz que o primeiro passo é buscar avaliação médica especializada, do cardiologista e do profissional de educação física, com orientações sobre as atividades mais adequadas, de acordo com idade, aptidão, e problemas de saúde.

Continua depois da publicidade

A realização do check-up para avaliar suas condições cardiovasculares também é muito importante para afastar o risco de surpresas indesejadas.            “A realização do check-up é uma ferramenta muito importante na detecção de doenças assintomáticas e também para indicar qual programa a ser indicado quando o paciente quer iniciar uma atividade física”, destaca o cardiologista.  

Outros alertas importantes:

Continua depois da publicidade

Evite períodos de maior calor, faça atividades no início da manhã ou final da tarde;

Redobre os cuidados com a hidratação, sempre buscando beber bastante água, inclusive durante a prática de exercícios; 

Prefira alimentos leves e em pequenas quantidades;

Evite o consumo de gorduras e sal em excesso. (Por Rosimere Ronquetti).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias