Com ou sem chuva

Que horror: Esgoto transborda e invade casas de moradores no bairro Shell

Dona de casa espalha madeira pelo quintal. Câmara pede posição da Prefeitura.

14/02/2020 16h13Atualizado há 1 semana
Por: Redação

Moradores de uma rua do bairro Shell, em Linhares, estão com uma grande dor de cabeça. O esgoto da rede está voltando para as ruas e casas. Quem vive lá diz que o problema só aparecia em época de chuvas, mas, agora, é diário.

Os problemas acontecem na Rua Waldir Durão, onde mora a dona Ivone Silva. Ela diz que já procurou o município, mas não teve retorno. “Eu já fui atrás muitas vezes, entendeu? Mas eles falam que não tem como. Eu chego aqui em casa e fico triste porque vejo a mesma coisa. Eu tiro água daqui todo dia”, conta.

Para não ter contanto com os dejetos que voltam para o quintal da casa dela, a dona Ivone colocou pedaços de madeira por toda a área, que funcionam como pontes, para que ninguém pise no esgoto. “Eu não sei o que faço mais”, lamenta.

Sobre a situação, a Câmara de Vereadores já cobra um posicionamento do município há três anos, como explica o presidente da Casa, Ricardo Bonomo Vasconcelos, o Ricardinho da Farmácia. Ele esteve nesta sexta-feira (14) no bairro, viu o dilema de perto. De 2017 a 2019, somente o vereador encaminhou quatro requerimentos à Secretaria Municipal de Obras. Em dezembro de 2018, o Legislativo chegou a publicar uma lei (Lei nº 3.810) autorizando a Prefeitura de Linhares a fazer um financiamento de até R$ 35 milhões para obras de drenagem, saneamento e pavimentação do local.

Revoltado, Ricardinho disse: “Já mandei um ofício ao secretário de Obras para saber como andam as licitações. Hoje nos deparamos com isso aqui, e nenhum sinal ainda de andamento para essas obras. Então eu vou convocar o prefeito para uma reunião, para que possamos dar soluções para o pessoal do Shell”, afirma o presidente. Ele mesmo fez as fotos em destaque. Nós estamos aguardando retorno do e-mail enviado para a Prefeitura de Linhares. Atualização abaixo:

Atualizada às 16h45 - Confira nota com a resposta da Prefeitura de Linhares: “A secretaria de obras e serviços urbanos informa que a região foi parcelada sem o devido ordenamento e, em área de lagoa, assim, sofre com ocorrências de alagamentos em função de chuvas e ligações irregulares de esgoto. Para dar condições adequadas a população a secretaria de obras está elaborando projeto de macrodrenagem, que incluirá também os serviços de esgotamento sanitário. Tão logo o projeto esteja concluso o procedimento licitatório para contratação de empresa para execução dos serviços será iniciado.”

3comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM