Quarta, 01 de Dezembro de 2021
27 99808-4347
Polícia Família revoltada

Filho em saidinha de Natal é preso suspeito de matar a própria mãe em Linhares

Foi ele sim. Ele apresentou várias versões sem sentido antes da PM chegar, disse um familiar à nossa Redação.

25/12/2019 16h34 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Filho em saidinha de Natal é preso suspeito de matar a própria mãe em Linhares

Diego da Conceição, de 26 anos, que estava de saidinha de Natal, foi preso nesta quarta-feira (25) no bairro Aviso, suspeito de ter espancado e esfaqueado a própria mãe, Teresa da Conceição, 56 anos. A vítima foi encontrada morta no quarto de casa, e quando postamos esta informação, que é a segunda manchete sobre o ocorrido (Clique aqui e confira a primeira manchete sobre o crime), ele estava na delegacia para prestar os devidos esclarecimentos. Um  irmão dele e um tio, também estavam da DRL, para contar o que sabem sobre o fato.

Um familiar que não terá o nome divulgado, conversou com a nossa Redação, e em tom de  revolta, contou: “Foi ele. Primeiro ele disse que dormia ao lado do corpo dela, depois disse que havia saído na madrugada e voltado com pão de manhã e que a encontrou morta, a faça ninguém viu pois o mesmo não quis mostrar ou entregar, mas foi encontrada escondida na casa”, relatou.

Continua depois da publicidade

De acordo com o familiar, o investigado teria espancado, esfaqueado e matado a mãe, porque ela não teria deixado ele pegar uma TV de 32 polegadas para trocar por drogas. “Ela foi encontrada com sinais de espaçamento, tinha até dentes no chão. Ele estava de saidinha e ganharia a liberdade de vez em abril de 2020”, relata a nossa fonte.

“Ele é usuário de drogas, continuou, e mudou as versões diversas vezes até a polícia chegar. Estava preso desde dezembro do ano passado, havia saído da cadeia e ficou 15 dias na rua, e foi preso novamente, a saidinha começou no dia 23, um dia antes dessa tragédia. Estamos inconformados, ela não fazia mal para ninguém, meu Deus”.

Continua depois da publicidade

Ceia de Natal
Na noite que seria a última da vida de Tereza, que também era chamada de Tetê ou Tezezinha, a família comemorava na varanda de casa, mas foram dormir cedo. Nossa fonte detalhou: “Por volta das 22h16 já estavam todos deitados, e Diego já havia ingerido bebida e queria sair pra ir atrás de drogas”. Ainda segundo a nossa fonte, o jovem foi impedido pelos familiares, incluindo a mãe.  “A situação ficou so controle, e fomos dormir na casa de cima e Diego dormia na casa de baixo com a mãe.  De manhã, quando acordamos, o corpo foi encontrado, e foi aí que ele começou a contar várias versões, mas nenhuma tinha sentido. Quero parabenizar os policiais que o conduziram”, disse.

Vítima era muito querida
Sempre com sorriso no rosto e pronta para ajudar, Tereza ainda visitava o filho na cadeia, e lutava para que ele parasse de se envolver com problemas. A pessoa que conversou com a nossa Redação, citou outros crimes que o rapaz teria cometido, e disse que não sabe como ele pode ter benefícios que permitam sair da prisão. “Inclusive, uma das vezes que foi preso, foi por agressão à ela (mãe)”, comentou.

A mulher vítima da violência, segundo a nossa fonte, mantinha uma rotina “de ajudar as pessoas”. Adorava limpar a casa, pois era extremamente caprichosa, e se dedicava a pedir alimentos na rua, tudo para distribuía para quem precisava. “Recebia o dinheiro dela todo mês e não necessitava pedir para ela, mas não suportava ver as pessoas necessitadas e por isso saía pedindo para ajudá-las”, contou.

Continua depois da publicidade

Em setembro, Tetê ganhou uma festinha de aniversário e um dia de salão. “Como ela estava feliz! Vejam só na foto que linda. Tetê não merecia isso, queremos justiça”, concluiu a nossa fonte, em tom de emoção.

A ocorrência policial sobre a morte da mulher foi atendida pelas guarnições a bordo das viaturas 4032 e 4091, e no Boletim Unificado consta que a perícia constatou lesões na face e arranhões pelo corpo e que o local apresentava cenário de que havia acontecido uma briga. Diego, ainda de acordo com o Boletim, também apresentava arranhões pelo corpo  e estava bastante alterado.  Ele informou que teria saído a noite para comemorar com amigos e que voltou para casa por volta das 6h e que pediu ajuda ao encontrar a mãe morta. No local, a PM recolheu uma faca.

Continua depois da publicidade
33 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias