A saúde das crianças

Pesquisa inédita avalia saúde e nutrição de crianças brasileiras

O mapeamento sanguíneo de 12 micronutrientes, como os minerais zinco e selênio, além de vitaminas do complexo B, serão estudados em todo o território nacional.

04/10/2019 06h11Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
2.003

Ministério da Saúde bate à porta para medir peso, altura e coletar sangue para mapear a situação de saúde dos menores de cinco anos. Se receber a visita de entrevistadores, participe e colabore a qualificar o cuidado às crianças.

Desde março, 11.300 casas em 17 estados já receberam a visita de pesquisadores. Até o fim do ano, todos os estados brasileiros receberão os pesquisadores de campo. Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe finalizam a pesquisa com a última fase a partir de novembro. No total, serão estudados 15 mil domicílios em 123 municípios de todo o país.

O mapeamento sanguíneo de 12 micronutrientes, como os minerais zinco e selênio, além de vitaminas do complexo B, serão estudados em todo o território nacional. Também serão levantadas informações sobre amamentação, doação de leite humano, consumo de suplementos de vitaminas e minerais, habilidades culinárias, ambiente alimentar e condições sociais da família também serão investigadas.

As informações irão ajudar na construção de políticas públicas e estratégicas de promoção da saúde para as crianças.

A pesquisa de campo é coordenada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e foi encomendada pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Também participam a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Ao todo, a iniciativa conta com a participação de 60 pesquisadores de 22 instituições acadêmicas públicas e privadas de todas as regiões do país.

E a partir da próxima segunda-feira (7), o Brasil inicia a penúltima etapa do estudo inédito que vai mapear a situação de saúde e nutrição de crianças de até cinco anos em todo o país. O Ministério da Saúde bate à porta para levantar dados sobre o peso e altura e coletar sangue para verificar as condições de saúde das crianças. Serão visitadas 2.170 residências nos estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Pará e Amapá, que integram o sexto ciclo do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani). Para confirmar a identidade do pesquisador, que estará devidamente identificado com crachá, o cidadão pode ligar gratuitamente para o telefone 0800 808 0990. Seja parceiro do Ministério da Saúde e ajude a construir um mapeamento com informações detalhadas sobre hábitos alimentares, crescimento e desenvolvimento para qualificar o cuidado à saúde das crianças.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias