Sombra e equipe

Chumbeca tenta fuga desesperada, e acaba preso no Juparanã

Foi nesta quarta-feira (2), mas ele já foi liberado na DRL.

02/10/2019 20h02Atualizado há 1 semana
Por: Redação
24.718

Uma denúncia sobre tráfico de drogas na Vila Capixaba, a chamada Invasão do Juparanã, levou a equipe do policial conhecido como Sombra à apreensão de um tablete de maconha pesando aproximadamente 50g, 30 buchas da mesma droga, embaladas para comercialização; e ainda 30 pedras de crack também embaladas para comercialização, uma balança de precisão, uma arma de brinquedo (simulacro de pistola 9mm) e diversas sacolinhas usadas para embalo da droga.

Sombra, após tomar conhecimento da denúncia, achou necessário pedir apoio, e outra guarnição foi ao local da operação. Houve registro de tentativa desesperada de fuga, mas o suspeito, identificado como José Roberto Souza, 41 anos, o Chumbeca, acabou levado para a 16ª Delegacia Regional de Linhares (DRL).

Nessa tentativa de fuga, ele teria pulado da altura de dois andares e caído em um telhado que quebrou. Com isso, o indivíduo, que estava com mandado de prisão em aberto, antes de ser entregue à Polícia Civil, precisou ser atendido no HGL.

O Boletim Unificado 40534627 cita que foi recebida denúncia dando conta de que alguns indivíduos residentes na Invasão do Juparanã estariam traficando drogas na e aliciando menores de idade para trabalhar no tráfico.

Foi também informado que os traficantes levam as sacolas de drogas e escondem  no valão situado no beco 2, nas proximidades da manilha e das bananeiras. Além de Chumbeca, outros dois indivíduos foram citados nas denúncias, que citaram o imóvel onde ele poderia ser encontrado, no Beco 8.

Foi também informado que Chumbeca seria perigoso e foragido da justiça,o que aguçou o pedido de apoio através da guarnição a bordo da viatura 4035. No local onde Chumbeca estaria homiziado, este foi chamado no portão, e neste momento foi ouvido um barulho de telhado quebrando, fato presenciado por uma testemunha.

Com a devida permissão, os policiais entraram e foram para os fundos, onde viram  o telhado quebrado e ouviram gemidos. A equipe entrou na casa e socorreu Chumbeca. Segundo o Boletim Unificado, ele havia se jogou da varanda da casa de cima, em uma altura aproximadamente de dois andares, e caiu sobre o banheiro da casa de baixo, e teve como resultado um corte na cabeça e escoriações.

O indivíduo disse, segundo o relatório, que se assustou com a chegada da polícia e tentou descer por trás da casa. Na consulta no Sistema SISPES foi encontrado um Mandado de Prisão em desfavor do mesmo.

 

Nada de ilícito foi encontrado na casa onde o indivíduo estava morando, mas no citado valão usado como esconderijo e que foi apontado na denúncia, foi encontrado debaixo de uma lona preta e debaixo de uma bacia plástica preta, uma sacola contendo as drogas e materiais citados acima. Tudo foi entregue à Polícia Civil, juntamente com o denunciado, após este receber o devido atendimento no Hospital Geral de Linhares (HGL) para tratar dos ferimentos que sofreu na queda ao tentar deixar o local quando os policiais o chamaram no portão de casa.

Em contato com a Delegacia Regional de Linhares, a informação é que José Roberto Souza foi liberado. O espaço está aberto à defesa dele, caso queira se manifestar: 27 99808-4347. Em tempo: Um senhor de nome Gilson, e que disse que é irmão de José Roberto, entrou em contato com a nossa Redação e disse: "Aqui é o Gilson, irmão  do Zé Roberto... Eu como muitos dos que tem alguém que já se envolveu com algo de natureza ilícita, mas que já pagaram ou  estão pagando mais do que por direito ser inserido na sociedade. Se não nos ajudar, fica difícil... Um testemunho e um conselho não é demais. Muitos que saíram nesta mesma situação e hoje são pessoas de bem. Se pode ajudar, porque não  ajuda?".

 

7comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias